EmiratesAdidas
Barcelona - Real Madrid

Sergio Ramos bateu o recorde histórico de Clássicos

Ver video

NOTÍCIA | 17/12/2019 | Rodrigo Salamanca

"Viu-se um Real Madrid com muita personalidade, pressionando e controlando o jogo num campo muito complicado", afirmou. 
Sergio Ramos bateu um novo recorde com o Real Madrid. O capitão madridista já é o futebolista com mais Clássicos na história (43), ao disputar o Barcelona-Real Madrid da Liga. O sevilhano, que recebeu das mãos de Florentino Pérez uma camisola comemorativa após o encontro, supera os 42 Clássicos de Sanchís, Gento, Xavi e Messi.

O capitão falou do trabalho da equipa: "Quando não se ganha não se pode ir contente. Somar pontos é sempre positivo, mas vimos um Real Madrid com muita personalidade num campo muito complicado, dos mais difíceis, contra uma equipa que sempre tem a posse de bola e fomos roubá-la no campo contrário. Essa é a imagem que queríamos dar e a que transmitimos. Apesar de não ser uma vitória vamos contentes".

"Controlamos o jogo e tivemos mais algumas oportunidades do que eles. É um campo complicado e roubar a bola ao Barcelona é sempre difícil. Delineamos essa estratégia de os pressionar e tentar roubar a bola desde o pontapé de baliza e correu bastante bem. A discussão vai existir sempre. Atravessamos uma grande dinâmica de jogo e um grande equilíbrio a nível físico". 

ESTAMOS COM UMA GRANDE DINÂMICA DE JOGO E UM GRANDE EQUILÍBRIO A NÍVEL FÍSICO.

"É pena que o ano esteja a acabar. Oxalá possamos manter este mesmo nível depois das férias. Ainda falta um jogo, contra o Atlético de Bilbau e vamos tentar somar os três pontos”.
 
Os dois penáltis
“Vimos ao intervalo e vê-se claramente que são dois penáltis, mas diga o que disser já não se pode mudar nada. O VAR existe para ajudar e quando há dúvidas pode ser consultado. Não foi assim, portanto azar. Já chegará a nossa vez de fazermos um penálti e não irem ver se foi, mas são coisas que acontecem no futebol”.

Os seus números
Ramos, que foi sempre titular no Clássico, jogou todos os Real Madrid-Barcelona da Liga (29) desde que chegou ao clube blanco há 15 temporadas. De facto, os quatro golos que marcou ao conjunto azul-grená foram nesta competição e todos de cabeça. 
 
Outras competições 
Na Taça do Rei, defrontou o Barcelona em 7 ocasiões. O sevilhano também disputou encontros no Clássico na Supertaça de Espanha (6) e na Champions League (1). O início da sua lenda neste confronto foi a 19 de Novembro de 2005, num Clássico da Liga no Santiago Bernabéu.

Pesquisar