1. Close
    Euroliga Jornada 13
    vivê-la em Wizink Center
    Real MadridReal Madrid
    vs
    PanathinaikosPanathinaikos
    Informação do jogo
    Euroliga, Jornada 13
    Wizink Center
    12/19/2018
    21:00
    COMPRAR BILHETES

    partilharfacebooktwittergoogle +

EmiratesAdidas

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

Real Madrid - Kashima Antlers

4-2: Pentacampeões do mundo!

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 18/12/2016 | Alberto Navarro

O ‘hat-trick’ de Cristiano Ronaldo e o golo inicial de Benzema deram o triunfo ao Real Madrid numa final decidida no prolongamento.
  • Mundial de Clubes
  • Final
  • 18/12/2016
International Stadium Yokohama
4
2
Real Madrid encerrou 2016 da melhor maneira possível: sendo campeão do mundo pela quinta vez na história (três Intercontinentais e dois Mundiais de Clubes). Um registo jamais alcançado e que só o poderia ser através da equipa madridista, a mais laureada da Europa, que assim acaba um ano em que somou outros dois títulos: a Champions League e a Supertaça europeia. Teve de ir a prolongamento em Yokohama para conseguir mais um êxito, mas o sofrimento mereceu a pena. Cristiano Ronaldo resolveu a final no tempo extra e o madridismo pode estar orgulhoso da sua equipa.

Logo desde o apito inicial viu-se um Real Madrid dominador, que queria deixar bem expresso o facto de ter vindo ao Japão para se sagrar campeão do mundo. Bastaram apenas 9 minutos para ficar demonstrado. Disparou Modric desde a zona frontal, defendeu para a frente Sogahata e Benzema aproveitou a recarga para enviar a bola para o fundo das redes.

Mais oportunidades
Apesar da vantagem no marcador, continuavam a ser os madridistas a chegar com maior perigo à área contrária. Benzema combina com Lucas Vázquez, este devolve o esférico de calcanhar e o perigoso remate do francês aos 27' obrigou Sogahata a efectuar uma grande estirada. Nova oportunidade para os merengues dez minutos depois, mas o disparo de Modric desde a zona frontal acabou nas mãos do guarda-redes nipónico.

O encontro corria de feição para os brancos, mas quase em cima do intervalo, numa jogada inesperada, o Kashima Antlers empatou aos 44'. Centro de Shoma e Shibasaki aproveitou uma bola que ficou perdida na área para bater Keylor Navas.

Reacção rápida
Impunha-se recomeçar de novo com uma segunda parte pela frente. E tudo se complicou aos 52' na sequência do tiro com o pé esquerdo que levou Shibasaki a bisar. O Real Madrid necessitou de pouco tempo para reagir e igualar de novo o marcador. Bastaram 7 minutos. Benzema combinou com Lucas Vázquez e este foi atropelado dentro da área por Shuto. Cristiano Ronaldo concretizou o penálti e fez o 2-2.

BENZEMA IGUALA BUTRAGUEÑO COMO NONO MELHOR GOLEADOR DA HISTÓRIA DO REAL MADRID.

Dois minutos mais tarde, o Bola de Ouro pôs a sua equiopa na frente do resultado. Roubou a bola, ganhou posição à entrada da área e o seu disparo obrigou Sogahata a defender para canto. Na marcação, através de Kroos, Ramos esteve perto, rematou na pequena área mas não acertou com o alvo.

Oportunidade flagrante
As investidas à área rival por parte do campeão da Europa eram cada vez em maior número. Grande jogada individual de Benzema aos 65' descaído sobre o lado esquerdo, que com um passe para trás colocou a bola nos pés de Marcelo, tebdo este enviado o esférico com estrondo para as mãos do guardião japonês. Nova jogada de perigo iminente aos 72'. Centrou Marcelo, Cristiano Ronaldo desviou para trás com a cabeça e Benzema fez o resto. De costas, com o auxílio do pé direito deixou cair a bola e com o esquerdo executou um vólei espectacular, à meia volta e que teve como resposta uma fantástica intervenção de Sogahata.

Prolongamento
Já merecia o Real Madrid o golo da vitória e podia tê-lo conseguido aos 80'. Centro de Lucas Vázquez e o remate de cabeça de Cristiano Ronaldo não encontrou a baliza por muito pouco. Muito mais flagrante foi a oportunidade que o português teve dois minutos depois, mas o guarda-redes nipónico esteve impecável no frente a frente. Com ambas as equipas a criarem situações de perigo chegou o prolongamento.  

O Bola de Ouro decidiu
Um nome sobrepôs-se aos restantes no prolongamento para desequilibrar a final: Cristiano Ronaldo. Ao minuto 98, recebeu um passe espectacular de Benzema e finalizou o lance com o pé esquerdo. O avançado português colocava a equipa em vantagem e 6 minutos mais tarde assinava o hat-trick que sentenciaria a final. Rematou Kroos e o esférico chegou a Ronaldo que, novamente com o pé esquerdo, superou Sogahata.

Podiam os merengues ter chegado ao quinto, após uma sensacional jogada de Morata, que substituira Cristiano, mas Ueda evitou o golo em cima da linha de baliza. O Real Madrid é pentacampeão do mundo.

Buscar