EmiratesAdidas
Sevilla - Real Madrid

0-1: O Madrid ganha no Sánchez-Pizjuán

Ver galeria

CRÓNICA | 05/12/2020 | Alberto Navarro

Um golo na própria baliza de Bono, com toque na bola prévio de Vinicius Jr., dá os três pontos à equipa no campo do Sevilha. 
  • La Liga
  • Jornada 12
  • Sáb, 05 Dez
Sánchez Pizjuán
0
1
O Real Madrid conseguiu uma trabalhada vitória no Sánchez-Pizjuán. Um golo na própria baliza de Bono, com toque na bola prévio de Vinicius Jr., deu três importantes pontos ao conjunto de Zidane no campo do Sevilha. A primeira metade terminou sem golos, apesar de uma equipa ter merecido marcar, pelo jogo e pelas oportunidades, que foi o Real Madrid. A primeira acção de perigo apareceu logo ao iniciar o encontro. Rodrygo passou a bola para a desmarcação de Vinicius Jr. e o remate cruzado deste, algo descaído, não acertou na baliza por centímetros.

Pouco depois voltou a ser protagonista Vinicius Jr. Pressionou a saída de bola de Bono e meteu o pé ao despejo do guarda-redes da casa. Diego Carlos evitou o tento sobre a linha de golo com a cabeça. Os minutos passavam, e as ocasiões do Madrid sucediam-se. Vinicius Jr. caracoleou em zona frontal da área e cedeu o esférico a Kroos aos 21’. O disparo colocado do alemão roçou a trave. A última jogada de perigo também teve carimbo madridista. De facto, foi a mais clara nos primeiros 45 minutos. Lucas Vázquez cedeu a bola a Vinicius Jr., o brasileiro enganou a defesa da casa deixando passar o esférico aos 38’ e o remate em arco de Benzema obrigou Bono a brilhar com uma grande estirada.

SEXTA VITÓRIA DO REAL MADRID NA LIGA.

O Sevilha entrou em campo disposto a dominar após a passagem pelos balneários e podia ter marcado aos 52’. Centrou Navas, De Jong rematou em bicicleta e Courtois, bem colocado, encaixou a bola. A resposta dos visitantes foi contundente e terminou no primeiro golo do encontro quatro minutos mais tarde. A jogada foi desenhada a régua e esquadro. Vinicius Jr. combinou com Benzema, este com Mendy e o centro do francês terminou nas botas do brasileiro, que tocou o suficiente na bola para enganar Bono, que acabou por introduzir a bola na própria baliza.

Imbatidos
A partir daí, o Madrid realizou um grande trabalho colectivo para manter a vantagem até final. O Sevilha não sabia como superar a defesa da equipa visitante e tentou em dois disparos de zona frontal. O primeiro, num livre de Gudelj aos 75’, terminou na lateral da rede, enquanto que o segundo, cinco minutos mais tarde e na sequência de uma jogada de Suso, saiu elevado. Já aos 85’, centrou Óliver Torres e o remate acrobático de Ocampos terminou nas mãos de Courtois. O Real Madrid já pensa no decisivo jogo desta quarta-feira na Champions contra o Borussia Mönchengladbach.

Pesquisar