EmiratesAdidas
Real Madrid - Villarreal

2-1: Campeões!

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 16/07/2020 | Alberto Navarro

O Real Madrid vence o Villarreal com um bis de Benzema e conquista o seu 34º campeonato.
  • La Liga
  • Jornada 37
  • Qui, 16 Jul
Alfredo Di Stéfano
2
1
O Real Madrid não deixou escapar a primeira oportunidade que tinha para conquistar o título e a Liga 34 já é uma realidade. A equipa venceu com um bis de Benzema o Villarreal no estádio Alfredo Di Stéfano e somou a sua décima vitória nos dez jogos disputados após o confinamento. O Madrid conquista o campeonato quando falta uma jornada para a sua conclusao.

Conscientes do que estava em jogo, os blancos entraram dominadores e com uma pressão tão alta que praticamente só se jogava no meio campo do Villarreal. A primeira jogada de perigo apareceu aos quatro minutos. Passe longo de Ramos, controlo de Carvajal e o chapéu do lateral direito não surpreendeu Asenjo. Três minutos mais tarde centrou Modric e a bola terminou nas mãos do guarda-redes visitante após o remate de Benzema, que inaugurou o marcador antes da pausa para hidratação. Recuperou Casemiro na medular, assistiu Modric e o francês definiu na perfeição colocando o esférico por entre as pernas de Asenjo. Assim se chegou ao inervalo. 

BENZEMA MARCA PELO TERCEIRO JOGO CONSECUTIVO.

Não mudou o jogo após a passagem pelos balneários. O Real Madrid seguia dominador e esteve perto de ampliar a vantagem aos 54’. Carvajal fez uma primeira finta com o calcanhar, fugiu a outro defesa visitante com uma bonita simulação e o seu disparo com o pé esquerdo obrigou Asenjo a intervir. Zidane fez entrar então Asensio e Vinicius Jr. para os lugares de Rodrygo e Hazard.

Benzema: 21 golos na Liga
Tudo mudou no minuto 73. Ramos recuperou a bola na zona medular, conduziu até à área e foi derrubado por Sofian. Benzema, em segunda instância, transformou a pena máxima desde os 11 metros, que teve que ser repetida porque anteriormente jogadores das duas equipas entraram na área antes de Ramos golpear a bola.

Podia ter aparecido pouco depois o terceiro tento madridista, mas Kroos acertou na trave num potente disparo de longe com o pé esquerdo. Do 3-0 passou-se ao 2-1 após o remate de cabeça de Iborra, perante o qual nada podia fazer Courtois aos 83’. Ainda havia tempo pela frente, mas o Real Madrid deu uma nova demonstração da solidez defensiva que o fez conquistar o título e apenas concedeu mais uma ocasião ao seu adversário. Foi nos descontos e obrigou Courtois a brilhar por duas vezes. A Liga 34 já é nossa!

Pesquisar