EmiratesAdidas
Valladolid - Real Madrid

1-1: O Real Madrid tropeça em Valhadolid na sua luta pela Liga

Ver galeria

CRÓNICA | 07/05/2014 | Alberto Navarro | FOTÓGRAFO: Helios de la Rubia

Os brancos adiantaram-se com o golaço de Ramos na marcação de um livre, aos 35', mas a equipa da casa empatou aos 85'.   
  • Liga BBVA
  • Jornada 34
  • Qua, 07 Mai
José Zorrilla
1
1
As lutas pelo título de campeão e pela fuga à despromoção eram protagonistas no estádio José Zorrilla. Dois interesses antagónicos e um só objectivo: a vitória. Nenhuma das equipas a conseguiu alcançar num encontro que teve um início empolgante. Real Madrid e Valhadolid chegaram com perigo às duas áreas e apenas a falta de pontaria evitou que o marcador funcionasse nos primeiros oito minutos. Nessa altura, Cristiano Ronaldo sentiu dores e foi substituído por Morata.

Com a passagem dos minutos, o Real Madrid começou a mandar cada vez mais no jogo, empurrando o Valhadolid para a sua área. Di María tentou aos 25', mas o seu remate de zona frontal saiu torto. Dez minutos mais tarde, os brancos adiantaram-se. Falta no limite da área e Ramos, que vive um idílio com o golo desde o encontro frente ao Osasuna, cobrou o livre de forma magistral. Este é já o quinto tento consecutivo que marca nos últimos quatro encontros e o primeiro de livre directo na Primeira Divisão.

Pela primeira primera, Ramos marca em quatro jogos consecutivos.

O segundo capitão voltava a ser decisivo e graças ao seu importante golo os madridistas chegavam ao intervalo em vantagem. Na segunda metade, o guião pouco se alterou e o primeiro remate à baliza foi de Morata aos 53’. A resposta surgiu 12 minutos mais tarde. Cruzamento de Rukavina e remate acrobático, de bicicleta, de Javi Guerra, que não foi à baliza por muito pouco.

O jogo era agora de bola cá, bola lá e talvez por isso, e para que a sua equipa tivesse mais posse de bola, Ancelotti fez entrar Illarra, tirando Isco os 73' e, cinco minutos mais tarde, trocou Benzema por Marcelo. Não foi suficiente. Osorio, no único remate à baliza dos donos da casa em toda a partida, fez o empate de bola parada aos 85' e o Real Madrid continuou a tentar até final apesar de estar praticamente reduzido a dez jogadores devido às queixas com que Pepe terminou o encontro.

Pesquisar