EmiratesAdidas
Florentino Pérez preside el Patronato de la Fundación Real Madrid

Florentino Pérez presidiu ao Patronato da Fundação Real Madrid

Ver galeria

NOTÍCIA | 07/10/2020

Foi aprovado o Plano de Acção 2020-2021 e as contas da passada temporada.
O presidente do Real Madrid C. F. e da Fundação Real Madrid, Florentino Pérez, presidiu à reunião do Patronato que teve lugar esta tarde via telemática. Durante a reunião, o Patronato aprovou a actividade realizada ao longo da temporada 2019-2020 em mais de 90 países, atendendo a mais de 85.000 beneficiários em projectos sociodesportivos. Assim mesmo aprovou as contas do referido exercício.
 
A Fundação atendeu na passada temporada a mais de 57.000 crianças e jovens que receberam educação desportiva em valores, ajuda nutricional, atenção sanitária e a sua escolaridade regular em 74 países. 
 
Em Espanha, beneficiaram nas diferentes linhas de actividade mais de 11.000 menores em escolas sociodesportivas de integração de futebol e basquetebol, desporto inclusivo e desporto adaptado a pessoas com diferentes capacidades, assim como em projectos em centros de menores e colectivos especialmente vulneráveis como os menores vítimas de violência doméstica, os menores migrantes e as crianças convalescentes em hospitais.

No plano de atenção a adultos em Espanha deu-se continuidade ao trabalho desenvolvido em centros penitenciários com mais de 1.500 internos, assim como os programas para desempregados, maiores e pessoas sem abrigo.
 
Assim mesmo, foram realizadas 135 clínicas desportivas para atender mais de 24.600 menores em 34 países e 20 semanas de Campus de verão em 4 países.
 
O Patronato da Fundação também aprovou para a temporada 2020-2021 o seu Plano de Acção para garantir a continuidade de todos os projectos da temporada anterior, para atender a mais de 85.000 beneficiários, tendo em conta as limitações que possam surgir por motivos sanitários e que possam afectar as actividades presenciais. O Plano de Acção contempla um notável esforço na conversão digital e o uso de ferramentas telemáticas, assim como um aumento das iniciativas que garantam a sustentabilidade de todas as linhas de atenção a colectivos vulneráveis, dentro e fora de Espanha, colaborando com as principais ONG's e multiplicando as iniciativas que promovam a solidariedade dos madridistas para contribuir a melhoria de vida de quase 100.000 pessoas através da educação, da cooperação ao desenvolvimento e integração. 
Pesquisar