EmiratesAdidas
Barcelona - Real Madrid

0-0: O Madrid mereceu ganhar o Clássico

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 18/12/2019 | Javier Vázquez | FOTÓGRAFO: Víctor Carretero

Os blancos dominaram um encontro em que sofreram dois penáltis claros que não foram assinalados. 
  • La Liga
  • Jornada 10
  • Qua, 18 Dez
Estadio Camp Nou
0
0
Havia vontade de Clássico. Concretamente desde o passado 18 de Outubro, quando o Comité de Competição adiou o encontro correspondente à décima jornada da Liga. Dois meses depois, o protagonismo em Camp Nou correspondeu ao Real Madrid, que foi melhor e mereceu levar a vitória .Após os primeiros minutos divididos, o primeiro remate à baliza foi de Benzema, um grande remate de pé esquerdo que agarrou Ter Stegen. Concentrados e exercendo uma pressão intensa, o Madrid obrigava o seu adversário a realizar passes longos na saída de bola.

O melhor Real Madrid apareceu no minuto 17 com duas ocasiões claríssimas. Primeiro Casemiro cabeceou picado um centro de Carvajal que Piqué salvou sobre a linha de golo, e depois Varane fez o mesmo a passe de Bale. o francês foi alvo de dois penáltis praticamente consecutivos. No primeiro Lenglet cravou os pitons na coxa do central e no segundo Rakitic derrubou-o agarrando pela camisola na marcação de um canto. Os blancos remetiam o Barça para a sua área, e Casemiro (23’) e Valverde (31’) podiam ter marcado com dois disparos de longe. 

RAMOS TORNOU-SE NO JOGADOR COM MAIS CLÁSSICOS DISPUTADOS DA HISTÓRIA. 

Jordi Alba e Valverde podiam marcar antes do descanso, mas o culé disparou para fora e o uruguaio voltou a colocar em dificuldades Ter Stegen. A segunda parte também começou com o conjunto de Zidane instalado no campo contrário e perante esta situação o Barcelona fez entrar Arturo Vidal. O cansaço começava a notar-se em alguns jogadores, aparecendo espaços e à hora de jogo o encontro tornou-se num ir e vir de uma baliza à outra.

Golo anulado
Um contra-ataque perfeitamente executado entre Valverde e Isco terminou com um remate de Bale à lateral das redes (67’) e cinco minutos depois o galês marcou, mas o VAR anulou o tento por fora de jogo de Mendy. Modric e Rodygo entraram nos últimos dez minutos mas o 0-0 manteve-se e deixa empatados em pontos as duas equipas no cimo da tabela. Mas se alguém mereceu ganhar o Clássico e ficar na liderança foi o Madrid.

Pesquisar