EmiratesAdidas
Juventus - Real Madrid

Cristiano Ronaldo, MVP da final

NOTÍCIA | 03/06/2017

"Merecíamos este recorde, foi uma temporada impressionante", declarou o português.
O melhor jogador do mundo voltou a ser decisivo para a conquista do título. Cristiano Ronaldo foi escolhido MVP da final da Champions depois de fazer dois golos na vitória por 1-4 frente à Juventus. No minuto 20 abriu o marcador com um disparo de primeira a passe de Carvajal. E aos 64’, apenas três minutos depois do tento de Casemiro, fez o terceiro na sequência de um centro ao primeiro poste de Modric. 

O português mostrou-se feliz no final do encontro: “É mais um recorde que merecíamos, estamos muito contentes. Zidane acredita muito em todos nós, sabe que somos uma equipa muito boa e foi isso que demonstramos no segundo tempo. Foi uma temporada impressionante e terminar o ano com a Champions e outro recorde faz-me muito feliz. A nível pessoal tive um final de temporada muito bom, preparei-me para isto. Ganhamos e somos os melhores”.

Recebeu o prémio das mãos de Alex Ferguson
Já na sala de imprensa, o ex-treinador do Manchester United entregou-lhe o troféu de MVP: “Foi uma temporada única. Ganhamos a Liga e a Champions e temos uma equipa impressionante. A equipa foi fenomenal colectiva e individualmente também. Preparei-me para estar bem na fase final e marquei golos importantes. Estou muito contente e feliz”.

“Foi um jogo muito equilibrado. A Juventus entrou muito bem no primeiro tempo, criando oportunidades. Mas no segundo tempo o Real Madrid foi impressionante. Os nossos médios estiveram muito bem, a defesa subida e os golos apareceram de forma natural pelo domínio do encontro. Foi uma das melhores segundas partes do Real Madrid esta temporada”.

Muito mérito
“É sempre complicado ganhar uma Champions, e contra uma equipa que só tinha sofrido três golos durante toda a Champions ainda mais, mas hoje fizemos quatro e a temporada tem muito mérito. Fizemos a dobradinha e os números falam por si mesmos. Estou num dos melhores momentos da minha carreira”.

Apoio dos adeptos 
“Muito obrigado aos adeptos pelo apoio que nos deram desde o princípio, tanto na Liga como na Champions. Esta Taça é deles”.

A exibição do português na final fecha outra brilhante Champions a nível individual, na qual marcou 12 golos, terminando como pichichi da competição pela quinta temporada consecutiva. O melhor marcador da história da Champions continua a bater recordes. É o primeiro a marcar em três finais da Champions. Ainda por cima, a Décima Segunda do Real Madrid já é o seu quarto troféu.  

Pesquisar