EmiratesAdidas
Real Madrid - Celta de Vigo

1-2: há que dar a volta em Balaídos

Ver galeria

CRÓNICA | 18/01/2017 | Alberto Navarro

Marcelo marcou o golo do Real Madrid, que decidirá em Vigo a passagem às meias-finais da Taça.
  • Taça do Rei
  • quartos-de-final (Primeira mão)
  • Qua, 18 Jan
Santiago Bernabéu
1
2
Real Madrid terá de recuperar a eliminatória em Balaídos caso pretenda qualificar-se para as meias-finais da Taça do Rei, depois do 1-2 no Bernabéu. Com a equipa branca a acumular longas posses de bola e o Celta a procurar surpreender no contra-ataque, decorreu uma primeira metade que acabou sem golos. Dois remates da zona frontal da área de Lucas Vázquez aos 3 e aos 20 minutos, nos quais Sergio se mostrou muito acertado, puseram os visitantes em apuros antes de surgirem as oportunidades mais evidentes.
 

Ambas foram para os donos da casa. Grande jogada de Ramos, que cruzou de pé esquerdo para a marca de penálti, aos 34', e o remate em vólei de Cristiano Ronaldo não acabou em golo porque Jonny tirou a bola em cima da linha. Casemiro também podia ter marcado seis minutos depois, mas o seu remate de longe falhou a baliza por escassos centímetros.  

Mais oportunidades
O Real Madrid procurou o golo inaugural ainda com mais vontade no começo da segunda parte. O primeiro aviso chegou aos 50' depois de um disparo de Cristiano Ronaldo desde a frontal. As aproximações dos visitados eram cada vez mais contínuas e oito minutos mais tarde Morata, que tinha rendido o lesionado Marco Asensio, aos 53', esteve perto de marcar. Controlou no limite da área depois do passe de Kroos e rematou de pé esquerdo, mas a bola saiu alta.

O REAL MADRID LEVA UMA SÉRIE DE 36 JOGOS SEMPRE A MARCAR.

Parecia que o golo madridista estava próximo, mas foi o Celta que se adiantou após um contra-ataque finalizado por Iago Aspas aos 64'. Tudo se punha a desfavor, mas apenas cinco minutos mais tarde o embate voltou a ficar igualado. Cruzou Modric, um defesa visitante cortou e Marcelo aproveitou o alívio para marcar com um remate em vólei. A alegria durou pouco, Logo após a bola ao centro, o Celta voltou a marcar. Passe entre linhas de Aspas e Jonny bateu Casilla no mano a mano.

O empate não surgiu
Aos 79 minutos, Zidane fez entrar Benzema para o lugar de Danilo. As oportunidades sucederam-se. Modric marcou o canto, aos 81', e a cabeçada de Varane roçou o poste. Benzema teva uma ainda mais clara dois minutos depois. Morata tocou a bola para trás de cabeça e Benzema, sozinho na marca de penálti, rematou alto. Os brancos tentaram até final, justificando um resultado melhor. A eliminatória será decidida na próxima quarta-feira em Balaídos.

Pesquisar