EmiratesAdidas
Betis - Real Madrid

1-6: Grande exibição do Real Madrid no Benito Villamarín

Ver galeria

CRÓNICA | 15/10/2016 | Alberto Navarro (Sevilla) | FOTÓGRAFO: Helios de la Rubia

Varane, Benzema, Marcelo, Cristiano Ronaldo e Isco por duas vezes marcaram para os brancos.
  • La Liga
  • Jornada 8
  • Sáb, 15 Out
Benito Villamarín
1
6
O Real Madrid ganhou de forma contundente ao Betis num jogo que resolveu na primeira metade e continua líder exaequo da Liga. Cedo se adiantaram os visitantes. Zidane tinha deixado claro ontem na sala de imprensa que a sua equipa devia “entrar forte no jogo e não dar ao adversário a possibilidade de fazer o seu jogo”. Dito e feito. Mal o jogo tinha começado, Kroos marcou um livre e Varane levou a bola ao fundo das redes com a cabeça.

Apenas tinham passado quatro minutos de jogo, e nos 11 restantes até se cumprir o primeiro quarto de hora, os brancos mereciam aumentar a vantagem. De facto, Cristiano Ronaldo esteve perto de marcar a centro de Isco aos 6’, mas o remate ao segundo poste não acertou na baliza por muito pouco. Mais clara foi a oportunidade que teve Bale aos 15’. A sua cabeçada em prancha depois de um grande centro de Marcelo acertou no poste.
 
Marcou Benzema
O jogo estava dividido e decorria em toada de parada e resposta. O Betis, empurrado pelo seu público, pressionava mais em busca do empate, mas os brancos, acabaram com qualquer tentativa de reacção quando se ultrapassou a meia hora de jogo. Kroos aproveitou um passe errado de Joaquín, conduziu o esférico até à entrada da área e assistiu Benzema. O francês fez o resto. Recebeu o passe e surpreendeu Adán colocando a bola dentro da baliza. O gaulês marcou nos seis últimos jogos que disputou frente ao Betis. 

JÁ MARCARAM GOLO 15 JOGADORES DO REAL MADRID ESTA TEMPORADA.

O último quarto de hora foi um recital dos visitantes. Marcelo marcou, e realizou uma grande exibição no regresso após lesão. Disparou Benzema e o esférico acertou no corpo do brasileiro, que aproveitou a recarga para marcar no minuto 39. E quando parecia que se ia chegar assim ao intervalo, apareceu o quarto. Foi espectacular o contra-ataque, daqueles que se ensinam em qualquer escola de futebol. Benzema combinou com Cristiano Ronaldo, este com Pepe, que tinha integrado o ataque, e quando parecia que ia disparar, surpreendeu todos assistindo Isco, que marcou na baliza deserta aos 45’.

Reduziu a diferença o Betis, que entrou com muito mais força depois do descanso. Cejudo superou Keylor Navas no frente a frente na sequência de uma grande jogada colectiva aos 55’. Pouco durou a alegria dos adeptos da casa. Isco apenas precisou de sete minutos para assinar outra obra de arte. O internacional espanhol recolheu uma bola na esquina da área, levantou a cabeça e inventou um precioso remate em arco contra o qual Adán nada pôde fazer.

Ronaldo colocou a cereja no topo do bolo 
Continuavam a dominar os madridistas, e apenas Adán evitou que a vantagem aumentasse com duas meritórias intervenções seguidas. Na primeira tocou na bola o necessário para que Benzema não pudesse marcar na boca da baliza, e na seguinte defendeu com o braço num frente a frente com o francês aos 71’. Não consegui evitar o sexto o guardião da equipa da casa. Foi obra de Cristiano Ronaldo, que já merecia o golo, após grande combinação com Morata e ainda melhor definição aos 79’. Goleada e toca a pensar no jogo da Champions de terça-feira frente ao Legia de Varsóvia.  

Pesquisar