EmiratesAdidas
Real Madrid - Celta

Zidane: “Acreditamos até ao fim”

NOTÍCIA | 27/08/2016 | Javier García

“Guardo a atitude dos jogadores para conseguirem os três pontos”, acrescentou o técnico madridista.
Zidane analisou na sala de imprensa do Santiago Bernabéu a vitória frente ao Celta na segunda jornada da Liga: “Jogamos contra um adversário muito melhor do que o que estava há espera, sobretudo defensivamente. Colocaram-nos dificuldades e não foi nada fácil. Guardo os três pontos e a atitude dos jogadores, que acreditaram até ao fim. Estiveram concentrados até final”.
 
“É certo que não brilhamos. Em certos jogos não podemos jogar como queremos. Foi um adversário duro que complicou as coisas. Podemos melhorar mas estou tranquilo pela forma como começamos a temporada: vitórias em dois jogos da Liga e em outro jogo oficial. Agora há jogos de selecções e muitos vão estar ausentes mas é algo que não podemos mudar”.
 
Melhorias 
“As alterações sevem para contribuir com algo mais e foi o que fizeram. Podemos jogar muito melhor. Um jogo como o de hoje pode acontecer por vezes. Guardo a vontade e querer até final, e conseguimos os três pontos, que é o mais importante”.

ESTOU MUITO TRANQUILO PELA FORMA COMO COMEÇAMOS A TEMPORADA. 

“James esteve bem. Não é fácil entrar e fazer a diferença. Esteve bem, teve uma oportunidade, e é como dizes, vai ficar”.
 
As substituições de Morata e Modric
“Fez uma bela exibição, e muito completa. Morata fez um golo e podia ter feito o segundo ou o terceiro. Tirei-o para dar mais frescura com Mariano, que podia defender mais e ser mais veloz no ataque. Luka deu muito fisicamente e tinha que refrescar aquela zona do campo. Esteve bem e com oportunidades de golo. Está um pouco atrasado em relação aos outros”.
 
Os médios 
“Kroos e Modric são muito importantes. Trabalharam bem na pressão e na ajuda ao ataque. Por vezes é complicado para os avançados, mas os médios ajudaram e os laterais também. Estou muito contente com a minha equipa. Está claro que temos que melhorar, mas por vezes as coisas são difíceis desde o início. Muitas vezes o adversário sabe como jogas e como bloquear o ataque dos nossos laterais”.

Pesquisar