EmiratesAdidas
Real Madrid - Liverpool

1-0: Qualificados para os oitavos da Champions

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 04/11/2014 | Alberto Navarro

O Real Madrid derrotou o Liverpool com um golo de Benzema, e basta conquistar um ponto para terminar em primeiro do grupo.
  • Champions League
  • Jornada 4
  • Ter, 04 Nov
Santiago Bernabéu
1
0
O Real Madrid continua a aumentar o número de vitórias consecutivas. Contra o Liverpool somou a décima segunda e novamente com um domínio avassalador. Os adeptos ficaram satisfeitos com a exibição da equipa, que não concedeu nenhum remate ao adversário na primeira metade. Talvez suportados por esse espectacular momento de forma, os madridistas entraram como um vendaval. Aos dez minutos já tinham tido duas ocasiões claras para marcar, mas as intervenções de Mignolet aos disparos de James e Cristiano Ronaldo, aos 4' e aos 10' respectivamente, evitaram o golo. 

A sensação de domínio por parte dos da casa era absoluta. A bola apenas circulava pelos pés dos madridistas, com critério e de um lado a outro do campo. A melhor prova foi o golo que inaugurou o marcador, no qual participaram quatro jogadores no lance, e nenhum deu mais de dois toques. A jogada foi iniciada por Isco, que tabelou com Cristiano Ronaldo e passou o esférico a Marcelo aos 27'. O brasileiro controlou na lateral e centrou com conta, peso e medida para Benzema, que marcou com um toque subtil. O Bernabéu rendia-se à equipa e à beleza do golo. 

BENZEMA MARCOU EM TODOS OS JOGOS QUE DISPUTOU ESTA TEMPORADA NA CHAMPIONS LEAGUE. 

Pouco mudou depois do golo, e uma meritória intervenção de Mignolet a um disparo de longe de Cristiano Ronaldo aos 34', e a falta de sorte num chapéu de Benzema que passou a escassos centímetros da trave, impediram que os madridistas fossem descansar com uma vantagem maior no marcador. 

Lição de solidez
O Real Madrid limitou-se a controlar o jogo, numa segunda metade onde se assistiu ao regresso de Bale, que substituiu James ao minuto 62, e nove mais tarde esteve próximo de marcar o segundo da sua equipa. Marcelo, que realizou uma exibição espectacular, inventou um centro do lado esquerdo, e o galês, na marca de pénalti, acertou na trave num remate com o pé esquerdo. 

Não foi a ultima ocasião do encontro. Bale obrigou Mignolet a mostrar o seus reflexos na marcação de uma falta que levava o selo de golo, aos 84'. Jogo sério dos brancos, que estão imbatíveis há dois jogos, e já se qualificaram para os oitavos de final. Basta um ponto nas duas jornadas que faltam para garantir o primeiro lugar. 

Pesquisar