EmiratesAdidas
Liverpool - Real Madrid

0-3: Goleada histórica em Anfield

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 22/10/2014 | Alberto Navarro (Liverpool)

O bis de Benzema e o primeiro golo marcado por Cristiano Ronaldo sentenciaram o jogo contra o Liverpool, numa inesquecível primeira metade. 
  • Champions League
  • Jornada 3
  • Qua, 22 Out
Anfield
0
3
Há estádios que engrandecem uma vitória. Anfield é um deles. Lá, diante um público rendido à causa de um Liverpool que apenas tinha perdido um dos 18 últimos jogos europeus em casa, os brancos colocaram à prova o excepcional momento de forma que atravessam, e passaram com distinção um complicado teste, somando a oitava vitória consecutiva. Começaram o embate ordenados, solidários e sobreviveram desta forma a uns primeiros vinte minutos de pressão asfixiante tanto do adversário como dos seus adeptos. Até esse momento apenas um disparo de Gerrard de zona frontal inquietou os madridistas.

Após esta avalanche inicial, respondeu o Real Madrid, e em dez minutos destroçou de tal maneira o adversário que o jogo ficou decidido. Cristiano Ronaldo foi quem marcou primeiro. O seu instinto goleador não tem limites. O excepcional entendimento com James fez o resto. O português passou o esférico ao colombiano, que viu a desmarcação do companheiro e fez uma assistência para as costas da defesa, da entrada da área. O luso marcou aos 23' com um toque subtil e indefensável para Mignolet. 

CRISTIANO RONALDO IGUALOU RAÚL COMO MELHOR MARCADOR DA HISTÓRIA DA LIGA DOS CAMPEÕES. 

O segundo golo aconteceu sete minutos depois. Kroos centrou, e Benzema ao segundo poste e de cabeça, bateu o guardião dos locais com um bonito chapéu. Os brancos aumentavam a vantagem e desfrutavam neste campo tão difícil para os adversários do Liverpool. Tanto, que aos 41' batiam Mignolet pela terceira vez. O gaulês foi novamente protagonista. Kroos marcou o canto, Pepe lutou pela bola na área, e Benzema sozinho aproveitou para fazer o bis.

Terceiro jogo consecutivo imbatíveis
Histórica primeira metade do Real Madrid, na qual Casillas puxou dos galões numa prodigiosa estirada dois minutos mais tarde, a um remate de Allen. Os brancos entraram para a segunda parte com a mesma intensidade, e tomaram conta da bola, mas quando a perdiam pressionavam como se o jogo ainda estivesse empatado. Talvez por isso as ocasiões continuassem a ser suas. Cristiano Ronaldo teve a mais clara aos 64', mas Mignolet esteve mais acertado no frente a frente. Dez minutos mais tarde recebeu uma ovação quando foi substituído. 

“Así gana el Madrid”, era o que se ouvia nas bancadas de Anfield. E não era para menos. Os brancos conseguiram a oitava vitória consecutiva, acabaram imbatíveis pelo terceiro encontro consecutivo, goelaram o Liverpool numa inesquecível primeira parte, e venceram pela primeira vez neste estádio. Tudo isto a três dias do Clássico. O Real Madrid está imparável, e o Bernabéu aguarda impacientemente o jogo. 

Pesquisar