EmiratesAdidas
Real Madrid - Barcelona

O objectivo é recuperar o factor campo no Palau

NOTÍCIA | 24/06/2014 | Edu Bueno

O Madrid disputa o terceiro jogo da final contra o Barcelona com o objectivo de se adiantar na série por 2-1 (18:15 horas portuguesas). 
A final, empatada a uma vitória, muda-se para Barcelona, onde vão ser disputados o terceiro e o quarto jogo. O Real Madrid tem a oportunidade de se sagrar campeão se ganhar os dois, mas o objectivo imediato é conseguir o triunfo no terceiro para se adiantar na série e recuperar o factor campo, que assegura o definitivo quinto jogo em Madrid. 

Com Rudy, Draper e Pablo Laso, que finalmente viajou com a comitiva depois de ser operado no passado domingo ao tendão de Aquiles, os madridistas querem ficar a uma vitória do título. Devem ganhar pelo menos um dos jogos no Palau. É com essa intenção que se apresentam na Cidade Condal.  

Já na temporada passada estiveram na mesma situação e venceram o terceiro encontro da série por 72-84, com 20 pontos de Reyes e 18 de Mirotic. Um ano depois, os comandados por Laso procurarão repetir a vitória para ganhar vantagem e empurrar a pressão para os azul grená, numa final que está 1-1. 

Começa tudo na defesa 
Depois dos dois primeiros assaltos no Palácio, o Real Madrid tem a fórmula para alcançar o seu objectivo: defesa, concentração desde o primeiro minuto, equilíbrio no ataque entre o jogo interior e o jogo exterior, e sobretudo dominar os ressaltos.  

Rudy Fernández é o melhor marcador da final com uma média de 16,5 pontos por jogo. 

Quanto às individualidades, dominar Tomic é primordial para que o Barcelona não exiba o seu melhor jogo. O trabalho de Bourousis e o factor Mejri, que se revelou um pesadelo na zona restritiva com 9,5 pontos e cinco ressaltos em 15,5 minutos de média, voltarão a ser preponderantes para travar o poste croata, que lidera o jogo interior que fica completo com Nachbar, Lampe, Lorbek e Dorsey. 

O trio exterior Huertas-Oleson-Navarro recolhe o protagonismo ofensivo dos catalães, uma equipa muito intensa e cuja consistência lhes permite lutar até ao fim de cada jogo. A sua aposta para travar a equipa de Laso é não os deixar correr, uma vez que a habilidade para meter o turbo com  Sergio Rodríguez, que cumprirá 250 jogos na ACB, e Llull na frente desempenharão um papel importante no desenrolar do choque. 

A força de uma equipa 
A contribuição de jogadores como Darden (que está a realizar uma grande série com 11 pontos de média), Carroll, Reyes e companhia serão de grande valor num Real  Madrid liderado no ataque por Rudy e Sergio Rodríguez (16,5 e 14 pontos de média respectivamente). 

CONVOCATÓRIA
Bases: Llull, Sergio Rodríguez e Draper.
Segundo-base: Carroll.
Extremos: Rudy Fernández, Darden e Díez.
Extremos-poste: Mirotic, Reyes e Slaughter.
Postes: Bourousis e Mejri.

23

Base-escolta

50

Poste

Pesquisar