1. Close
    Classic MatchCorazón Classic Match 2019
    vivê-la emSantiago Bernabéu
    Real Madrid LeyendasReal Madrid Leyendas
    vs
    Chelsea LegendsChelsea Legends
    Informação do jogo
    Classic Match, Corazón Classic Match 2019
      Santiago Bernabéu
     06/23/2019

    partilharfacebooktwittergoogle +

EmiratesAdidas

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

    2011-2020

    A décima Taça dos Campeões Europeus foi conquistada em Maio de 2018, e a Liga 34 em Junho do mesmo ano. Três temporadas antes, os blancos assinaram uma histórica época 2014/15 na qual alcançaram cinco títulos, incluindo a Nona. Esta campanha de êxitos teve continuidade na de 2015/16, que terminou com a dobradinha de Liga e Taça do Rei. Este último título foi conquistado de novo na edição de 2017. A Supertaça foi conquistada quatro vezes nesta década (2012, 2013, 2014 e 2018).

    Desde 2009, quando se iniciou a segunda etapa de Florentino Pérez no clube, a aposta no basquetebol foi total. Chegou Ettore Messina, o treinador com maior prestígio na Europa. Também vieram Rudy Fernández e Sergio Rodríguez da NBA e jogadores de grande projecção, como Jaycee Carroll. Até Serge Ibaka jogou pelo Real Madrid durante os meses que durou o “lock-out” da Liga norte-americana.
     
    A aposta foi ganhando corpo desde o Verão de 2011, quando Pablo Laso. Ex-jogador da secção, é nomeado treinador. O seu estilo ofensivo agradou desde o primeiro jogo e com ele conquistou a Taça do Rei de 2012. Com a sua ideia de jogo consolidada, a equipa chegou à final da Euroliga de 2013 e nesse mesmo ano ganhou, de forma brilhante, a ACB contra o Barcelona. A temporada 2013/14 começou levantando-se mais uma Supertaça, que se seguiu à 24ª Taça do Rei conquistada em fevereiro. 

    Na temporada 2014/15 conquistaram a nona Taça dos Campeões Europeus, depois de três finais consecutivas. Ao êxito continental juntaram-se a 32ª Liga, a Supertaça e a Taça do Rei, os três títulos conquistados frente ao Barcelona. Na época 2015/16 não parou a série vencedora, e aumentou o seu palmarés com a Taça Intercontinental, conquistada frente ao Baurau do Brasil, a 26ª Taça do Rei, numa final disputada contra o Gran Canária, e a 33ª Liga na qual venceu Barcelona na eliminatória decisiva.

    Na temporada 2016/17 foi conquistada a quarta Taça do Rei consecutiva, a 27ª do palmarés blanco, vencendo o Valência Basket na final. Na época seguinte, o Real Madrid voltou a proclamar-se campeão europeu em Belgrado. Os blancos levantaram a Décima depois de vencerem o Fenerbahçe na final. Umas semanas depois a equipa de Laso alcançou a dobradinha com a conquista da Liga número 34. A temporada 2018/19 começou com o triunfo na Supertaça disputada em Santiago.

    2011 - 2020
    1. A DÉCIMA

      Belgrado passou a fazer parte da lenda do Real Madrid já que foi o sítio da conquista da décima Taça dos Campeões Europeus. Os blancos ganharam ao Fenerbahçe na final, numa edição que teve Doncic como MVP.

    2. A 34ª LIGA

      Em Junho de 2018, o Real Madrid conquistou pela 34ª vez a Liga, ao vencer o Baskonia, por 3-1, no playoff. Rudy foi eleito MVP.

    3. QUARTA TAÇA DO REI CONSECUTIVA

      Em Fevereiro de 2017, o Real Madrid sagrou-se vencedor da Taça do Rei em Vitória após vencer o Valência Basket (97-95). A equipa de Laso conquistou a sua quarta Taça consecutiva, algo que na era ACB ninguém tinha ainda conseguido.

    4. A 33ª LIGA, SEGUNDA CONSECUTIVA

      Em Junho de 2016, o Real Madrid conquistou a 33ª Liga após derrotar no playoff final o Barcelona por 3-1, revalidando o título do ano anterior. Llull voltou a ser eleito MVP.

    5. A TAÇA INTERCONTINENTAL

      Em Setembro de 2015, o Real Madrid conquistou, em São Paulo, o quarto título da história, após vencer a equipa brasileira do Bauru Basket, em dois jogos (90-91 e 81-79). Llull foi o MVP.

    6. A NONA

      Em Maio de 2015 o Real Madrid conquistou a nona Taça dos Campeões Europeus no Palácio dos Desportos. Fê-lo perante os seus adeptos derrotando o Olympiacos na final por 78-59. Nocioni foi eleito MVP.

    7. A 32ª Liga assinala o póquer

      Em Junho de 2015, o Real Madrid conquistou a sua 32ª Liga, no Palau, ao vencer o Barcelona na final. Com este título, os merengues ganharam os quatro da temporada e obtiveram um póquer histórico.

    8. SEGUNDA TAÇA DO REI CONSECUTIVA

      O Real Madrid levantou em Las Palmas da Grande Canária a sua 25ª Taça do Rei. Num final apaixonante impôs-se ao Barcelona por 71-77, revalidando o título conseguido contra os azul grená um ano antes. Rudy foi eleito MVP.

    9. TERCEIRA SUPERTAÇA CONSECUTIVA

      O Real Madrid conquistou a sua terceira Supertaça Endesa consecutiva. Em todas elas, os brancos derrotaram o Barcelona. Sucedeu em Saragoça (2012) e Vitória, por duas vezes (2013 e 2014).

    10. A 31a LIGA ACB CONSEGUIDA EM CASA

      Em Junho de 2013, o Real Madrid conquistou a ACB, no Palácio de Desportos, depois de recuperar por 3-2 ao Barcelona.

    11. MIROTIC E O MADRID REINARAM NA TAÇA

      Nikola Mirotic foi eleito MVP da Taça do Rei 2014. O extremo-poste protagonizou uma final portentosa diante do Barça: 17 pontos, 11 ressaltos e 3 desarmes de lançamento.

    12. Uma Taça para altos voos

      Em Fevereiro de 2012 o Real Madrid levantou a Taça do Rei, em Barcelona, praticando um jogo espetacular. Sergio Llull fez 23 pontos e foi eleito MVP.

    Siguiente Anterior

    Rei da Europa com um basquetebol de ataque

    A aposta de Pablo Laso num basquetebol alegre e ofensivo tem vindo a ser acompanhada por um grande número de títulos. Entre eles, destacam-se as duas Taças da Euopa (Euroliga) conquistadas em 2015 e 2018. A primeira foi erguida em Madrid, depois da vitória na final sobre o Olympiacos por 78-59, com Nocioni a ser eleito MVP do jogo decisivo. Em 2018 foi conquistada a Décima, desta feita ante o Fenerbahçe, em Belgrado, e após uma temporada espectacular de Doncic, que o levou a ser distinguido como melhor jogador da prova e da Final Four.

    Póquer histórico

    Um MVP de 33 anos

    Quinze anos depois da sua estreia na ACB, Felipe Reyes liderou, com a sua valentia, o Real Madrid rumo a um novo título da ACB. Começando sempre no banco, o cordovês foi o jogador mais decisivo da intensa série contra o Barcelona com que se concluiu a temporada de 2012-13. Foi a 31ª Liga da secção madridista, conquistada com um extraordinário registo de 38 vitórias em 44 jogos. Felipe obteve o seu segundo troféu de MVP de uma final ACB, tantos quantos conseguira vestido de branco Arvydas Sabonis.

    Felipe Reyes MVP

    O REAL MADRID DOS RECORDES, ÉPICO VENCEDOR DA TAÇA

    O Real Madrid rubricou, entre Outubro de 2013 e Janeiro de 2014, o melhor arranque da história da sua secção. Com 31 vitórias consecutivas (16 na Liga, 13 na Euroliga e 2 na Supertaça), a equipa orientada por Pablo Laso superou folgadamente a melhor marca do Madrid de Ferrándiz: 23 triunfos na época 1960-61. Depois de realizar uma primeira volta perfeita na ACB (sem derrotas), os brancos confirmaram a sua hegemonia no basquetebol espanhol ao conquistarem a sua 24ª Taça do Rei numa final épica. Ao cabo de quarenta minutos emocionantes, Sergio Llull fez o cesto que derrotou o Barcelona quando faltava apenas uma décima de segundo. Nikola Mirotic foi unanimemente eleito MVP. A Taça de 2014 foi o terceiro troféu consecutivo dos madridistas, depois da Liga ACB e da Supertaça de Espanha ganhas em 2013.

    O Real Madrid levantou a sua 24ª Taça do Rei em Málaga

    PALMARÉS

    Taça dos Campeões Euroliga de Baskequetbol - 2

    Taça dos Campeões Euroliga de Baskequetbol

    2
    Ligas - 4

    Ligas

    4
    Taça do Rei de Basquetebol - 5

    Taça do Rei de Basquetebol

    5
    Supertaça de Basquetebol - 4

    Supertaça de Basquetebol

    4
    Taça Intercontinental de Basquetebol - 1

    Taça Intercontinental de Basquetebol

    1
    Siguiente Anterior
    Buscar