EmiratesAdidas
Real Madrid - Alavés

2-0: Oitava vitória seguida do líder

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 10/07/2020 | Javier Vázquez

O Madrid ganha ao Alavés com os golos de Benzema e Asensio, mantém os 4 pontos de vantagem e termina sem sofrer golos pelo quinto jogo consecutivo.
  • La Liga
  • Jornada 35
  • Sex, 10 Jul
Alfredo Di Stéfano
2
0
O Real Madrid soma e segue. O líder da Liga ganhou no Di Stéfano ao Alavés, já leva oito vitórias consecutivas e mantém os 4 pontos de vantagem a três jornadas do final. Marcaram Benzema da marca de penálti e Asensio para o Madrid, que não sofreu golos pelo quinto encontro consecutivo. 

Mendy ocupou a lateral esquerda e Lucas Vázquez a direita, e no minuto 1 ambos foram protagonistas do primeiro ataque madridista, que terminou com um tiro desviado de Modric. A réplica foi dada pelo Alavés imediatamente: Joselu cabeceou à trave e Varane salvou entre os postes um segundo remate de Lucas Pérez. O confronto prometia intensidade, e passados 10 minutos, de novo Mendy mostrou o seu poderio pela esquerda. Ximo Navarro derrubou-o dentro da área e Benzema encarregou-se de transformar o penálti no 1-0.

O MADRID DE ZIDANE SUPEROU A CIFRA DE 500 GOLOS.

Aos 12’, Kroos chutou procurando o ângulo e aos 17’ um centro de Mendy quase termina em auto-golo de Camarasa. Os blanquiazules não se rendiam com Burke colocando à prova a defesa e Courtois, enquanto que Rodrygo e Benzema tiveram as últimas ocasiões antes do descanso. No recomeço, mudou o árbitro por lesão de Gil Manzano e no minuto 50’ o Madrid ampliou a vantagem. Benzema e Asensio isolaram-se frente a Roberto e o natural das baleares rematou isolado, um tento que foi anulado em primeira instância por fora de jogo mas que terminou validado pelo VAR.

Imbatíveis
Chegaram então os melhores minutos madridistas, combinando e com posses longas. Mas Benzema, Lucas Vázquez e Rodrygo não acertaram com a baliza de Roberto aos 57’, 64’ e 75’. Na defesa, a equipa está bem encaminhada para alcançar a melhor temporada da sua história na Liga (21 golos sofridos). Zidane fez entrar Valverde, Vinicius Jr, Isco, Hazard e Brahim para fechar um jogo muito completo do Real Madrid, que já pensa na semana decisiva da Liga.

Pesquisar