1. Close
    La LigaJornada 14
    vivê-la emEstadio Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    Real SociedadReal Sociedad
    Informação do jogo
    La Liga, Jornada 14
      Estadio Santiago Bernabéu
     11/23/2019
    21:00
    COMPRAR BILHETES

    partilharfacebooktwitter

  2. Close
    EuroligaJornada 8
    vivê-la emWiZink Center
    Real MadridReal Madrid
    vs
    BarçaBarça
    Informação do jogo
    Euroliga, Jornada 8
      WiZink Center
     11/14/2019
    21:00
    COMPRAR BILHETES

    partilharfacebooktwitter

EmiratesAdidas

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

Real Madrid - Barcelona

89-79: A sexta Supertaça

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 22/09/2019 | Edu Bueno

O Real Madrid revalidou o título após derrotar de forma brilhante o Barça na final disputada no WiZink Center. Campazzo foi eleito o MVP.
  • Supertaça
  • Final
  • 22/09/2019
WiZink Center
89
79
O Real Madrid conquistou a sua sexta Supertaça de Espanha, a segunda consecutiva, ao impôr-se ao Barça na final que teve lugar no WiZink Center e torna-se na equipa com mais títulos desta competição juntamente com os azul grená. Os blancos foram superiores durante quase todo o encontro, especialmente num segundo período para recordar (27-13), demostrando uma vez mais a sua sede de vitórias e o seu ADN. Campazzo (16 pontos e 22 de valorização na final) foi designado MVP do torneio noutra exibição de luxo do conjunto de Laso, com oito jogadores com 8 ou mais pontos. Décimo oitavo título do Real Madrid de Laso no começo da nona temporada. A lenda continua.
 
O arranque da final teve mais tensão que o resto do jogo. Ao Real Madrid custou-lhe marcar durante quatro minutos porque não estava certeiro no tiro. O Barça, um pouco mais acertado, fez 6-0 a seu favor. Mas os blancos estavam concentrados atrás, e a partir de uma grande intensidade defensiva e da entrada de Deck por Randolph, começaram a carburar rompendo a defesa azul grená, e responderam na mesma moeda com um parcial de 8-0. No resto do quarto, os blancos já não perderam a dianteira, chegando a terem 7 pontos de vantagem com 21-14, liderados por Campazzo (5 pontos, 4 ressaltos e 3 assistências) e Carroll (7 pontos). Dois triplos de Delaney fecharam uns primeiros 10 minutos de parada e resposta (21-20).
 
O Real Madrid aumenta o nível 
O facto do Barça diminuir a desvantagem no último minuto do primeiro quarto para a diferença mínima não mudou o Real Madrid, que cresceu ainda mais para realizar um segundo período espectacular tanto na defesa como no ataque. A vontade que demonstrou, encarnada na imensa figura de Rudy (8 pontos em 9 minutos), enfraqueceu todo o potencial ofensivo dos azul grená. Deck (7 pontos e 4 ressaltos) e Mickey (8 e 5) formaram uma dupla impossível de parar para os postes adversários. O trabalho do argentino, imprescindível. Laprovittola, seu companheiro de selecção, também exibia o seu arsenal ofensivo e com um triplo deu a vantagem máxima do jogo com 47-29 no marcador aos 18’. Os pupilos de Laso castigaram com um parcial de 27-13 o Barça neste segundo quarto (48-33).

Décimo oitavo título do Real Madrid de Laso no começo da nona temporada.

O conjunto dirigido por Pesic reagiu no terceiro quarto. Davies assumiu a responsabilidade no ataque e pouco a pouco a sua equipa foi reduzindo a desvantagem até ser inferior a 10 pontos. O Real Madrid não perdeu a concentração no esforço do Barça. O seu bom trabalho no ressalto ofensivo e o regresso à pista de Rudy e Deck permitiu responder a um adversário que neste período marcou com facilidade. Vários cestos de Mirotic e um triplo de Hanga sobre a buzina deixavam o marcador em 69-63 para os últimos 10 minutos.

Por algo é o actual campeão 
Higgins tinha-se juntado à dupla Mirotic-Davies para deixar a diferença em apenas quatro pontos (69-65, min. 31). Mas o Real Madrid respondeu como o que é, uma equipa campeã. Todos desempenhando o seu papel na perfeição: Deck, Reyes, na sua primeira presença, Laprovittola nos triplos, o intocável Rudy; e o melhor Llull. O Increíble carregou a equipa às costas no aspecto ofensivo quando o jogo mais pedia, respondendo às investidas de um Barça que chegou a 84-79 a pouco mais de um minuto. Mas o Real Madrid tinha entrado no ritmo certo e conseguiu vencer uma vez mais. O ponto final apareceu com um triplo do MVP Facundo Campazzo (incrível o seu ano com o MVP da final da Liga), que fez claudicar definitivamente os azul grená. O último minuto foi de festa com o WiZink Center em pé a gritar “Campeões, campeões!” (89-79). Primeiro título da temporada.
 

Pesquisar