1. Close
    La LigaJornada 11
    vivê-la emEstadio Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    LeganésLeganés
    Informação do jogo
    La Liga, Jornada 11
      Estadio Santiago Bernabéu
     10/30/2019
    21:15
    COMPRAR BILHETES

    partilharfacebooktwitter

  2. Close
    Liga EndesaJornada 6
    vivê-la emWiZink Center
    Real MadridReal Madrid
    vs
    Baxi ManresaBaxi Manresa
    Informação do jogo
    Liga Endesa, Jornada 6
      WiZink Center
     10/27/2019
    12:30
    COMPRAR BILHETES

    partilharfacebooktwitter

EmiratesAdidas

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

Rueda de prensa de Laso

Laso: “Vamos jogar um Clássico e de certeza que haverá um grande ambiente”

NOTÍCIA | 12/12/2018

“Devemos manter-nos na mesma linha da semana passada e ser muito sólidos", explicou Ayón.
Pablo Laso e Gustavo Ayón compareceram perante os meios de comunicação para fazer a antevisao do Real Madrid-Barcelona da décima segunda jornada da Euroliga (quinta-feira, 20:00 hora portuguesa). O técnico blanco disse: “Ao fim e ao cabo é mais um jogo, entre aspas. É uma Liga Regular de 30 jogos e são todos importantes. Do que não há dúvida é que é sempre especial, pelo que representa, por ser o Clássico, jogamos em casa... Tenho a certeza de que amanhã estará um grande ambiente no WiZink Center. São uma equipa da parte muito alta da classificação e devemos tentar ganhar para manter a boa linha na Euroliga, porque além do mais jogamos em casa”.

“Estamos a falar de uma equipa com excelentes jogadores e com as posições muito bem cobertas. Sabemos que vamos precisar de fazer um grande esforço. Temos Llull com algumas queixas nas costas, mas tem treinado. Os restantes estão todos bem. Ayón, que tinha algumas queixas, treinou normalmente”.

Chaves
“Contra o Gran Canaria era importante sermos sólidos, mas isso é algo de que precisamos todos os dias. Contra uma equipa como o Barcelona, de certeza que também. Depois há aspectos de detalhes de ressaltos, de perdas de bola, de agressividade ofensiva que teremos de fazer bem. A eficácia muitas vezes é o que decide o desfecho de um jogo e para ganhar ao Barcelona vamos ter de fazer bem muitas coisas. O ressalto será importante, sermos capazes de defender o seu poste baixo e o seu pick and roll. Têm muito jogo e teremos de ser capazes de responder a tudo”.

Adversário
“Todos os anos que o Barcelona me parece uma grande equipa. Estamos no terceiro mês de competição e falta muita Liga Regular. Estão no top 8 da Euroliga, quase apurados para a Taça do Rei, em boa posição na Liga Endesa... Mas com um calendário como o nosso isto muda em quatro jogos. São uma equipa sólida, com o mesmo treinador e estrutura da temporada passada e jogadores de alto nível que foram contratados, como Singleton e Pangos”.

Laso: “Temos de ser capazes de responder a todo o jogo do Barcelona”.

“Randolph está a fazer um início de temporada muito bom. Está a trabalhar bem e treinou muito bem esta semana. A linha de Anthony é muito boa e permite-nos ter muitas opções nessa posição de quatro e na rotação das posições interiores. Precisamos de ter cuidado e demos-lhe descanso no domingo, mas parece-me estar bem”.

Objectivos
“Neste momento, o que é preciso fazer é ganhar jogos e tentar cumprir os objectivos. O nosso objectivo é tentar entrar nos oito primeiros da Euroliga e melhor ainda se for entre os quatro para termos o factor casa do nosso lado, tentar ficar o mais na frente possível na Liga Endesa e apurarmo-nos para a Taça do Rei. Todos os jogos são importantes”.

Ayón: “É sempre motivador defrontar o Barcelona”
“Devemos manter-nos na mesma linha da semana passada. É o caminho. Era importante para ganhar confiança e retomar o ritmo das vitórias. É um Clássico, um jogo especial e há que encará-lo como tal. Não podemos perder pontos em casa. Temos de ser muito sólidos. É sempre motivador defrontar o Barcelona, é uma rivalidade constante”.

Jogo do Palau
“O nível de intensidade que eles mostraram foi muito elevado, nós não conseguimos igualá-lo e em casa temos de o conseguir seja como for. Essa intensidade, essa dureza, concentração no ressalto... Essa é a chave. Cada jogo é diferente e temos de melhorar as coisas que lá não fizemos bem. Vamos deixar tudo no campo”.

Barcelona
“Eles têm-se reforçado todos os anos. Mais do que pensar neles, temos de pensar em nós. Recuperar jogadores e estar sintonizados. A equipa está preparada para este nível de exigência, estamos bem e somos 16 jogadores”.
 

Pesquisar