1. Close
    Liga EndesaJornada 33
    vivê-la emWiZink Center
    Real MadridReal Madrid
    vs
    Valencia Basket Valencia Basket
    Informação do jogo
    Liga Endesa, Jornada 33
      WiZink Center
     05/21/2019
    21:00
    COMPRAR BILHETES

    partilharfacebooktwittergoogle +

  2. Close
    Classic MatchCorazón Classic Match 2019
    vivê-la emSantiago Bernabéu
    Real Madrid LeyendasReal Madrid Leyendas
    vs
    Chelsea LegendsChelsea Legends
    Informação do jogo
    Classic Match, Corazón Classic Match 2019
      Santiago Bernabéu
     06/23/2019

    partilharfacebooktwittergoogle +

EmiratesAdidas

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

    Real Madrid - Al Ain

    4-1: Sétimo Mundial de Clubes!

    Ver galeriaVer video

    CRÓNICA | 22/12/2018 | Alberto Navarro

    Os golos de Modric, Llorente, Ramos e Nader, na própria baliza, dão a vitória frente ao Al Ain e tornam o Real Madrid em campeão mundial pela terceira temporada consecutiva.
    • Mundial de Clubes
    • Final
    • 22/12/2018
    Zayed Sports City Stadium
    4
    1
    O Real Madrid proclamou-se campeão mundial pela sétima ocasião na sua história. Os blancos ganharam com superioridade ao Al Ain no Zayed Sports City Stadium de Abu Dabi e terminaram o ano com um novo troféu. Os golos de ModricMarcos LlorenteSergio Ramos e Nader, na própria baliza, fazem com que os madridistas entrem na história como a única equipa que consegue conquistar o Mundial de Clubes três temporadas consecutivas.

    O primeiro quarto de hora foi frenético e aos quatro minutos o Real Madrid já tinha acertado com a bola no poste. Centrou Marcos Llorente desde o lado esquerdo e Ismail Ahmed, na tentativa de aliviar, acertou no poste da sua baliza. Mais clara foi a ocasião que teve o Al Ain nove minutos mais tarde. Hussein El Shahat superou Courtois no frente a frente, e encontrou Ramos pela frente no remate posterior. O capitão evitou o tento sobre a linha de golo. 

    Cereja no topo do bolo ao ano de Modric
    Foi a única jogada de perigo do conjunto de Abu Dabi em toda a primeira metade, mas este aviso acordou ainda mais o campeão europeu, que se adiantou no ataque seguinte. Controlou Benzema na zona frontal, e de costas para a baliza, cedeu o esférico a Modric aos 14’. O melhor jogador do mundo orientou a bola e com um disparo ajustado com o pé esquerdo e demonstrou porque ganhou todos os troféus individuais do ano. 

    O REAL MADRID É O PRIMEIRO QUE a proclamar-se campeão mundial três temporadas consecutivas.

    Os blancos já estavam na frente e podiam ampliar a vantagem aos 17’. Carvajal centrou atrasado e o remate de Lucas Vázquez desde a marca de penálti não encontrou a baliza por centímetros. A partir daí brilhou o guarda-redes Khalid Eisa, que manteve com vida a sua equipa até ao intervalo. Rematou Bale numa nova combinação com Marcelo aos 21’, mas o guarda-redes agarrou o esférico. Já aos 39’ Kroos marcou um cantou e Eisa brilhou na cabeçada de Bale.

    Segunda metade
    O Real Madrid saiu dos balneários disposto a resolver o encontro e esteve perto de o conseguir nos primeiros minutos. Jogada espectacular de Modric aos 50’ e o seu passe atrasado terminou numa série de ressaltos que Bale tentou aproveitar com uma espectacular bicicleta que não acertou na baliza. Três minutos depois centrou o galês e o remate de primeira de Benzema roçou o poste. 

    Ocasiões
    Os blancos obtiveram aos 60’ o prémio que já estavam a merecer. Kroos marcou um canto e Marcos Llorente aproveitou o ressalto para fazer o 2-0 com um espectacular vólei de zona frontal. Golaço e primeiro tento oficial do canterano. O título estava mais próximo e o Real Madrid podia ter resolvido o encontro cinco minutos mais tarde, mas Eisa evitou o tento de Bale no frente a frente. Também podia ter reduzido a desvantagem a equipa de Abu Dabi. Evitou Courtois, que brilhou aos 74’ diante de Caio.

    Grande cabeçada de Ramos
    Os minutos passavam e Sergio Ramos não faltou ao encontro com o golo no Mundial de Clubes. Marcou Modric o canto aos 78’ e o capitão colocou a bola no fundo das redes com uma inapelável cabeçada. Já aos 86’, Shiotani reduziu a desvantagem e nos descontos Nader, na própria baliza depois de um remate de Vinicius Jr., fez o 4-1 definitivo. O Real Madrid volta a fechar o ano como campeão mundial.  

    Buscar