EmiratesAdidas
Alavés - Real Madrid

Ramos: “Vamos lutar até à morte porque é o nosso ADN”

NOTÍCIA | 06/10/2018 | Javier García (Vitoria)

“A equipa tem sede de vitórias, tem vontade e ambição. Faltam os resultados, mas o golo vai aparecer”, declarou.
Sergio Ramos analisou assim o jogo de Mendizorroza: “Foi um duro golpe, nunca contas com uma derrota. A ideia é vencer jogo a jogo e depois do bom jogo que a equipa realizou, essa oportunidade no último minuto condenou-nos. Faltou-nos definir bem na hora de fazer o golo. Há que virar a página, isto é longo e ainda falta muito”.
 
“Faltam-nos os resultados, mas o golo vai aparecer e certamente que vamos lutar pelos nossos objectivos. Hoje vi boas fases de jogo, onde a equipa dominou e teve o controlo, mas no final se perdes tens de virar a página. Somos os primeiros a saber que podemos melhorar e estamos focados nisso". 

Estamos a tempo de inverter a situação. 

"É um problema de todos mas o importante é estarmos unidos e não apontar o dedo a ninguém. Estamos todos conscientes da realidade mas há que manter a calma. A equipa tem sede de vitórias, tem vontade e ambição e eu como capitão peço desculpa. Estamos no bom caminho apesar dos maus resultados. Há que tentar inverter esta série para ganhar jogos”.
 
Mudança de treinador
“Fazer mudanças tão importantes cabe a outras pessoas, não aos jogadores. Para o plantel não é bom que se mude de treinador. Seria uma loucura, a equipa está a lutar pelos lugares cimeiros. Se dão o Madrid como morto enganam-se, vamos lutar até à morte porque é o nosso ADN e é o que estamos habituados. Sempre que as coisas não correm como queremos ficamos mal. Somos os primeiros a querer ganhar e estar tranquilos. Fazemos todos os possíveis e somos os primeiros a querer dar alegrias aos nossos adeptos”.
 
Plantel
“O plantel é o que é e hoje já não se pode reforçar. Temos de contar com os que estão presentes. As lesões são negativas para o grupo porque são jogadores chave e quanto antes estejam todos será muito melhor”.

Pesquisar