EmiratesAdidas
Real Madrid - Divina Seguros Joventut

92-69: O Real Madrid iniciou com uma vitória a maratona de jogos

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 14/10/2018 | Nacho Díaz | FOTÓGRAFO: Antonio Villalba

Ganhou ao Joventut e soma o sétimo triunfo consecutivo antes de disputar três jogos entre quarta-feira e domingo. 
  • Liga Endesa
  • Jornada 4
  • 14/10/2018
WiZink Center
92
69
Real Madrid passou com distinção o seu primeiro exame numa semana em que tem ainda de disputar mais três jogos. Foi mais difícil do que o previsto, mas conseguiu a quarta vitória à custa de uma grande actuação no último período, dando sequência à eficácia de Carroll (13) e Campazzo (15) e à agressividade de Tavares (13 ressaltos, 20 de valorização), deixando o Joventut a nove pontos. Antes do primeiro tempo, os protagonistas foram Rudy (11), Prepelic (9) e Deck (15). Por sua vez, Pantzar Yusta estrearam-se esta temporada em competições oficiais.
 
Os primeiros dez minutos ofereceram intercâmbios de golpes e de domínio no marcador. Sem Llull e Causeur, que não foram convocados, a actuação dos blancos teve outros fortes intervenientes neste confronto com um Joventut combativo e liderado por Laprovittola e Dawson. As acções atacantes foram da responsabilidade de um muito eficaz Prepelic (9) e também de Taylor, enquanto que na defesa Tavares começava a impor a sua lei: 22-23 para os verde e negros.

Segundo período
No segundo período assistiu-se à estreia, esta temporada, de Pantzar, a quem Laso confiou a liderança da equipa durante vários minutos. A maquinaria blanca começou a engrenar pelas mãos de Rudy (9) e Deck (8). Este parcial foi semelhante ao primeiro, com alternâncias no placard, e com um Joventut que se mantinha na discussão do resultado, graças a Dawson e Dimitrijevic. O Real Madrid fez um 7-0 antes de recolher aos balneários em vantagem (44-39).

Foi cumprido um minuto de silêncio pelas vítimas das inundações em Maiorca. 

Os merengues continuaram a acentuar as diferenças, chegando a usufruir de uma vantagem de 10 pontos, devido a uma maior intensidade na defesa, entre outras coisas bem feitas. Mas o Joventut nunca se desintegrou, evidenciando um bom entendimento nas tarefas ofensivas entre Laprovittola e Todorovic. Com Tavares a recuperar energias no banco, foi Reyes (6 pontos) a revelar-se decisivo no jogo interior do Real Madrid. Taylor (5) também esteve em destaque nos anfitriões, ao participar activamente na chegada aos 65-60.

Parcial espectacular
Um parcial de 14-1, com 5 pontos de Carroll Campazzo, acabou por desfazer o equilíbrio. Os visitantes acusaram a subida de rendimento do Real Madrid no controlo e distribuição da bola, surgindo de novo Tavares a ditar leis e mostrando-se muito poderoso nos ressaltos, enquanto Campazzo se ia sentindo cada vez mas confortável no ataque, ao mesmo tempo que os blancos se encaminhavam para a quarta vitória na Liga. Os últimos minutos serviram para assinalar o regresso de Yusta, depois de algumas semanas lesionado, e deixar o Joventut a nove pontos de distância.

ESTATÍSTICAS DO REAL MADRID-JOVENTUT

Buscar