EmiratesAdidas

Real Madrid - Espanyol

1-0: Um golo de Asensio decidiu contra o Espanhol

Ver galeria

CRÓNICA | 22/09/2018 | Alberto Navarro

O tento do natural de Maiorca deu a quarta vitória na Liga ao Real Madrid num jogo em que Odriozola se estreou. 
  • La Liga
  • Jornada 5
  • 22/09/2018
Santiago Bernabéu
1
0
O Real Madrid derrotou o Espanhol no Santiago Bernabéu e somou a quarta vitória nos cinco encontros da Liga disputados. O golo de Asensio quando terminava a primeira metade cristalizou o domínio dos blancos, que continuam invictos no campeonato.   

Desde o início se viu um Real Madrid dominador, que procurava uma oportunidade para marcar e quando não tinha bola pressionava alto para a recuperar. A primeira ocasião apareceu aos 5’. Centrou Odriozola, que se estreou em jogos oficiais com os blancos, e o remate de Isco desde a marca de penálti não acertou na baliza por muito pouco. Respondeu o Espanhol nove minutos pdepois, quando Piatti finalizou um contra-ataque com um disparo de zona frontal que saiu perto do poste.

Golo psicológico
Passada a meia hora Isco marcou um canto e o remate de cabeça de Casemiro passou a escassos centímetros da baliza. Voltou a responder o Espanhol no minuto 36 e num contra-ataque Hernán Pérez superou Ramos no frente a frente, mas o seu disparo obteve como resposta uma grande intervenção de Courtois. E quando parecia que não ia haver golos antes do intervalo apareceu o tento psicológico de Asensio. O internacional recebeu a bola após um disparo de Modric e a estirada de Diego López não valeu de nada perante o seu tiro cruzado e colocado. A posição de Asensio obrigou a consultar o VAR, que validou o golo madridista.

O REAL MADRID ESTÁ HÁ 39 JOGOS CONSECUTIVOS DA LIGA A MARCAR AO ESPANHOL NO BERNABÉU.

A segunda metade começou com uma ocasião para o campeão europeu. O disparo de esquerda de Modric na pequena área obrigou Diego López a brilhar aos 48’. Um minuto depois Isco inventou um precioso tiro em arco de zona frontal que roçou o poste da baliza dos visitantes. O golo que ampliava a vantagem resistiria em aparecer e Lopetegui fez entrar Mariano e Lucas Vázquez para os lugares de Benzema Ceballos.

Imbatíveis pelo segundo jogo consecutivo
Os minutos passavam e aos 65’ podia empatar Borja Iglesias, mas o seu chapéu acertou na trave. A jogada acordou o Real Madrid, que podia ter marcado o 2-0 oito minutos depois. Ramos recuperou a bola no centro do campo, cedeu a Isco e o passe deste com a parte exterior do pé encontrou a cabeça do capitão do Real Madrid. A estética cabeçada encontrou como resposta uma grande estirada de Diego López. De aí até final o Real Madrid soube manter a vantagem e terminou sem sofrer golos pelo segundo encontro consecutivo.  

Buscar