EmiratesAdidas
contenido

Quinta Bola de Ouro para o madridista.

O portugês ganhou pela segunda edição consecutiva este troféu e recebeu-o na Torre Eiffel.

Cristiano Ronaldo brilhou em Paris. Lá levantou a sua quinta Bola de Ouro com a Torre Eiffel como palco. O avançado conseguiu 946 pontos para conquistar o troféu outorgado pela France Football, superando Messi (670) e Neymar (361) numa votação realizada por jornalistas de 176 países. Protagonista com um bis na final da Champions League, prova na qual foi o melhor marcador pelo quinto ano consecutivo, também venceu a Liga, e as Supertaças Europeias e de Espanha com o Real Madrid.

O madridista continua a coleccionar títulos e recordes individuais ano após ano, engrandecendo um palmarés de meter inveja. Foi eleito Melhor Jogador da UEFA pela terceira vez depois das edições de 2014 e 2016. Recebeu pelo segundo ano consecutivo o prémio The Best, sendo o único jogador que venceu esta distinção. E recentemente, tornou-se no primeiro jogador da história a marcar em todas as jornadas da Fase de Grupos da Champions League.

"Agradeço a todos que me ajudaram nesta conquista"

Já com o troféu nas mãos, Cristiano Ronaldo tomou da palavra para agradecer o apoio dos seus companheiros: “Sinto-me muito feliz. Os troféus colectivos ajudam a ganhar este prémio individual e por isso agradeço aos meus companheiros do Real Madrid e a todos que me ajudaram a estar aqui”. Dois dias depois, Cristiano ofereceu ao Bernabéu este troféu juntamente com os quatro anteriores. Os adeptos responderam com uma grande ovação ao melhor marcador da história do Real Madrid.

Modric, Ramos, Isco, Marcelo, Kroos e Benzema também fizeram parte da lista de 30 candidatos a este prémio.

O protagonismo do Real Madrid em Paris foi completo com outros 6 futebolistas, tornando o clube blanco no que mais representantes teve na lista de 30 candidatos à Bola de Ouro. Modric foi o 5º classificado, Sergio Ramos 6º, Isco 12º, Marcelo 16º, Kroos 17º e Benzema 25º.

O herdeiro de Di Stéfano 
Florentino Pérez mostrou o orgulho que supõe ter um jogador como Cristiano: “Para o Real Madrid esta quinta Bola de Ouro é uma honra. Um reconhecimento ao melhor jogador do mundo que é Cristiano Ronaldo. Para mim, Cristiano é o jogador mais completo depois de Alfredo Di Stéfano, é o seu herdeiro. Depois dele, haverá uma nova etapa no Real Madrid, como ocorreu com Di Stéfano”.

Buscar