EmiratesAdidas
Real Madrid - Olympiacos

78-59: Campeões Europeus!

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 17/05/2015 | Edu Bueno

O Real Madrid derrotou o Olympiacos e conquistou no Palácio a Nona em basquetebol. 
  • Euroleague
  • Final (Final Four)
  • Dom, 17 Mai
Palacio de los Deportes
78
59
O Real Madrid volta a reinar no basquetebol continental depois de se proclamar campeão Europeu pela nona vez na sua história. Os brancos conquistaram a Euroliga num feito incomparável: em casa e perante os seus adeptos, depois de vencerem o Olympiacos numa final onde foram superiores e mostraram fome de vitória. O MVP Nocioni (12 pontos, 7 ressaltos e 18 de valorização), Carroll (16 pontos, 11 decisivos no terceiro período) e um espectacular trabalho de equipa levaram o Madrid a conquistar o terceiro título da temporada. 

A glória só se alcança com sacrifício e foi isso que o Real Madrid fez. A final não permitiu nem um respiro, a não ser no minuto final. Arrancou com um primeiro período digno do que estava em disputa, tensão, intensidade e grande igualdade. O Madrid esteve na frente nos três primeiros minutos com Carroll a marcar e Reyes a dominar a zona restritiva (6-1). Mas foi o Olympiacos, com a sua defesa agressiva e um inspirado Lojeski (10 pontos), quem tomaria a iniciativa em seguida, apesar do acerto de Llull nos triplos (15-19, min. 10). 

Reacção branca  
Com Ayón e Bourousis no banco com duas faltas cada um, o Madrid recorreu ao segurando motivador: Nocioni. Perdeu centímetros mas ganhou em coração e entrega. O argentino injectou uma dose extra de carácter à equipa e esta respondeu melhorando na defesa com grande trabalho de Rivers. Provou do próprio remédio o Olympiacos, e o jogo tornou-se numa luta de poder com técnicas e anti-desportivas que pausavam muito o ritmo de jogo.  

Nocioni foi o MVP da final com 12 pontos e 7 ressaltos. 

O Madrid soube adaptar-se a esse jogo com Maciulis a assumir a responsabilidade no ataque (9 pontos e apenas um lançamento falhado) para viver os melhores momentos. Um 7-3 igualava o marcador a 22 (min 15), e um triplo de Rivers dava a maior vantagem ao intervalo 35-28. A atitude defensiva tinha mudado a dinâmica do jogo, noutro sensacional período dos madridistas, menos vistosos que nas meias-finais mas igualmente eficiente, deixando os gregos a 9 pontos com um parcial de +11.

Um 5-1 de parcial no início do terceiro período aumentou a diferença para os 11 pontos com 40-29 aos 23’. Os brancos tinham construído uma vantagem que tal como estava o jogo valia o seu peso em ouro, no entanto, pela frente estava o rei das reviravoltas. Sloukas e Printezis puxaram do orgulho grego e com um 0-11 passaram para a frente do marcados aos 27`(40-41).

Carroll salvador  
Com o Olympiacos lançado e a equipa tocada sobressaiu o segundo-base norte-americano com três minutos espectaculares, que travaram as intenções do adversário, que assistiu atónito à exibição ofensiva. Marcou três triplos para um total de 11 pontos consecutivos, com os quais o Madrid recuperou o fôlego (53-46, min. 30).

Desta vez sim 
O Madrid continuou a pressionar na defesa, controlando o ressalto e não dando hipóteses a Spanoulis (3 pontos). Tudo o que se estudou aplicava-se na perfeição. O Olympiacos aproximou-se 5 pontos com um triplo de Sloukas (60-55, min. 35) mas apareceu Nocioni para relembrar que em garra e luta ninguém lhe ganha. Ressaltos, desarmes de lançamentos e um triplo que comandou o forcing final. Llull também apareceu (12 pontos), e os brancos sentenciaram ao ritmo de “Cómo no te voy a querer” dos milhares de madridista presentes nas bancadas do Palácio. Noite mágica, e agora sim, o Real Madrid é campeão Europeu (78-59).

Ficha técnica:
REAL MADRID 78 (15+20+18+25): Llull (12), Rudy (7), Carroll (16), Reyes (2) e Ayón (2) --cinco inicial--; S. Rodríguez (11), Nocioni (12), Maciulis (9), Rivers (5), Slaughter (2), Bourousis (-) e Campazzo (-).

OLYMPIACOS 59 (19+9+18+13): Dunston (4), Spanoulis (3), Printezis (11), Mantzaris (1) e Darden (-) --cinco inicial--; Petway (2), Hunter (10), Papapetrou (-), Sloukas (10), Agravanis (-), Lafayette (1), e Lojeski (17).

Pesquisar