EmiratesAdidas
Real Madrid - Juventus

1-1: O campeão tentou até ao fim

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 13/05/2015 | Alberto Navarro

Cristiano Ronaldo marcou o golo do conjunto branco, que mereceu mais contra Juventus. 
  • Champions League
  • Meias-finais (Segunda mão)
  • Qua, 13 Mai
Santiago Bernabéu
1
1
O Real Madrid tentou até ao fim, mas não conseguiu dar a volta à eliminatória contra a Juventus. Desde o início que o conjunto local se mostrou dominador. Em apenas 20 minutos, os brancos já tinham disposto de cinco ocasiões claras para marcar. Bale, num remate de cabeça ao 1’, Benzema, que depois de um toque subtil para fugir a Bonucci aos 5’ disparou alto na pequena área, e novamente o galês, com um míssil que obrigou Buffon a brilhar aos 20’, tiveram as mais claras.  

O assédio da equipa da casa era um facto. Os madridistas pressionavammuito alto e roubavam o esférico em situações favoráveis que obrigavam a Juventus a arriscar. Tanto esforço teve o merecido prémio. James foi derrubado na área por Chiellini e Cristiano Ronaldo transformou o pénalti aos 23’ para adiantar o campeão da Europa.  

CRISTIANO RONALDO VOLTOU A MARCAR NUM JOGO DAS MEIAS-FINAIS DA CHAMPIONS. 

O jogo acalmou por uns instantes. Até que chegou um novo pressing dos madridistas nos últimos cinco minutos da primeira parte. Estiveram perto de marcar Cristiano Ronaldo e Benzema em dois contra-ataques fulgurantes aos 41’, mas o vólei do primeiro acertou na rede lateral e o disparo de pé esquerdo do segundo foi desviado para canto por Buffon.   

O empate
Não podia começar pior a segunda metade. Morata recebeu a bola na marca de pénalti depois de um alívio, e bateu Casillas com o pé esquerdo aos 57’. Mais de meia hora pela frente para marcar e provocar o  prolongamento. Bale esteve perto de marcar seis minutos mais tarde. A jogada foi espectacular. James devolve de calcanhar a tabela com Marcelo e o centro deste chegou a Bale, que não acertou na baliza o vólei que fez na pequena área. 

O jogo ficou partido a partir desse momento. Casillas brilhou num frente a frente com Marchisio aos 70’ e Bale e dispôs de duas oportunidades num minuto, mas o seu vólei e o seu remate de cabeça não acertaram na baliza. O Real Madrid tentou até à exaustão, mas não conseguiu. 

Pesquisar