EmiratesAdidas
Schalke 04 - Real Madrid

3-4: O Real Madrid qualifica-se para os quartos da Champions

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 10/03/2015 | Alberto Navarro

Cristiano Ronaldo, por duas vezes, e Benzema foram os autores dos golos de um Real Madrid que conhecerá o próximo rival no sorteio do dia 20 de Março
  • Champions League
  • Oitavos-de-final (Segunda mão)
  • Ter, 10 Mar
Santiago Bernabéu
3
4
O Real Madrid acedeu aos quartos-de-final da Liga dos Campeões pela quinta temporada consecutiva. Os merengues fizeram valer, num jogo alucinante e em que quase tudo correu ao contrário, o 0-2 da primeira volta. Fuchs fuzilou Casillas dentro a área e o Schalke adiantou-se aos 20 minutos.

O campeão europeu continuava apurado, mas tinha de reagir perante o seu público e fê-lo rapidamente. Necessitou de apenas cinco minutos para empatar. Kroos bateu o canto e Cristiano Ronaldo enviou a bola para o fundo das redes, com um esplêndido remate de cabeça. A contenda voltada a ficar igualada.

À trave
Os merengues continuavam à procura da vitória e um disparo de Bale, desde a zona frontal, obrigou Wellenreuther a brilhar aos 35’. Parecia que estava perto o segundo golo dos locais, mas, pouco depois de Huntelaar atirar uma bola à trave, o avançado holandês adiantou de novo o conjunto alemão. O ex-madridista, muito rápido, aproveitou aos 40’ uma defesa de recurso de Casillas para rematar sem oposição, desde a marca de penálti.

Cristiano Ronaldo já é o melhor goleador da história nas competições europeias.

E quando tudo fazia prever que se chegasse assim ao intervalo, depois de o campeão da Europa ter demorado cinco minutos para igualar o embate, após o primeiro tento visitante, precisou exactamente dos mesmos cinco minutos para voltar a empatar. O autor foi novamente Cristiano Ronaldo, que, outra vez de cabeça, bateu o guarda-redes germânico. O centro, bem medido, foi executado por Coentrão.


Golo de Benzema
Não podia começar melhor a segunda parte. O Real Madrid adiantou-se no marcador aos sete minutos. Coentrão internou-se na área e entregou a bola a Benzema. O que o francês fez a seguir, foi uma obra de arte. Descaído sobre a esquerda, desfez-se de dois adversários e do guarda-redes visitante, para marcar com todo o à vontade desde a marca de penálti. No entanto, durou pouco a alegria, após o "tiro" de Sané que surpreendeu Casillas, cinco minutos mais tarde.

Regressou Modric
Ancelotti decidiu fazer entrar Modric. O croata, que regressava à competição, após mais de três meses a recuperar de uma lesão, jogou mais de meia hora de um encontro em que Arbeloa esteve perto de marcar o quarto aos 65’. Wellenreuther esteve mais assertivo no um contra um. A cinco minutos do final, marcou de novo Huntelaar. O campeão europeu esteve bem no 0-2 da primeira mão e já aguarda pelo rival do sorteio que terá lugar em Nyon, na Suíça, no próximo dia 20 de Março.

Pesquisar