LazoGanadores de Champions LeagueOtro
Real Madrid - Villarreal

1-1: O líder tentou até ao fim

GaleriaVideo

CRÓNICA | 01/03/2015 | Alberto Navarro

Cristiano Ronaldo adiantou o Real Madrid mas o Villarreal empatou e aguentou as investidas brancas.  
  • Liga BBVA
  • Jornada 25
  • Dom, 01 Mar
Santiago Bernabéu
1
1
O líder tentou até ao fim contra um valente Villarreal. Os brancos entraram dominadores e o adversário sem medo, numa primeira metade que terminou sem golos. Os brancos foram quem mais se aproximou da área adversária, mas o Villarreal esteve mais perto de inaugurar o marcador. Quem evitou foi Casillas, numa primeira vez num frente a frente com Gerard aos 12’, e Carvajal, que em cima da linha de golo despejou para canto com a cabeça a recarga de Moi Gómez. 

O Real Madrid também podia ter marcado antes do intervalo. Os brancos dispuseram de duas claras oportunidades. Na primeira, Kroos marcou o canto aos 34’ e Varane saltou mais alto que todos, mas o seu remate de cabeça passou a escassos centímetros da baliza à guarda de Asenjo. A última da primeira metade foi para Bale. O centro remate surpreendeu todos, mas embateu no travessão aos 41’. Haviam 45 minutos pela frente para resolver o confronto e manter a distância de quatro pontos para o segundo classificado na luta pela Liga.  

Cristiano Ronaldo foi protagonista
O início da segunda metade foi fulgurante. Em apenas seis minutos, os brancos já tinham tido uma ocasião clara para marcar, provocado um pénalti e inaugurado o marcador. As duas jogadas tiveram Cristiano Ronaldo como protagonista. Um disparo cruzado do português aos 48’ obrigou Asenjo a brilhar. Três minutos mais tarde foi Carvajal quem centrou e o luso foi agarrado por Bailly quando se preparava para rematar de cabeça. Não falhou o Pichichi desde os 11 metros e assinou o golo número 30 na presente Liga. É o primeiro jogador que atinge estes números em cinco campeonatos da Primeira Divisão.

Durou pouco a alegria dos da casa. Apenas doze minutos. Gerard aproveitou a bola que Kroos deixou escapar quando tentava fazer o alívio em zona frontal, e bateu Casillas com um remate cruzado. Havia que começar do zero com pouco mais de 25 minutos pela frente. Não foi por falta de tentativas. De facto, Cristiano Ronaldo esteve perto de assinar um bis aos 69’ e 71’, mas Asenjo esteve muito acertado, primeiro num frente a frente com o luso e depois ao remate de cabeça do português.

Ancelotti fez entrar Jesé e posteriormente Chicharito. Mais lenha para tentar resolver o embate. O natural das Canárias podia ter marcado aos 84’, mas não acertou com a baliza depois de um centro de Marcelo e a falha de Asenjo quando tentava segurar a bola. Um alívio de Costa quase surpreendia o seu guarda-redes, e um remate de cabeça de Cristiano Ronaldo foram as últimas tentativas de um conjunto branco que lutou até ao fim.  
Pesquisar