EmiratesAdidas
Llull

O Real Madrid abre a segunda volta do Top 16 frente ao Partizan

NOTÍCIA | 28/02/2014 | C. Trujillo

Os brancos recebem, no Palácio, um adversário que perdeu os seus quatro últimos encontros mas que antes derrotara o CSKA de Moscovo (20:45 h Canal + Deportes, 19:45 em Portugal Continental).
Regresso ao Palácio para o arranque da segunda volta do Top 16. O Real Madrid recebe, esta noite, o Partizan de Belgrado, um adversário acessível mas do qual convém desconfiar, para dar mais um passo rumo ao playoff. Os brancos, a contas com as baixas de Carroll e Draper, terão de pôr em campo toda a sua capacidade de concentração e intensidade tal como sucedeu diante do Zalgiris, pois os sérvios pretendem travar a dinâmica negativa e, apesar do registo que apresentam, foram uma das poucas equipas a bater o CSKA.

Os madridistas, com um saldo de 6-1 nesta fase, são claros favoritos frente a um conjunto que apenas conseguiu vencer um dos seus encontros neste Top 16, curiosamente aos russos. O histórico de confrontos também mostra que a casa do Real Madrid tem sido um obstáculo insuperável para a turma de Belgrado. Nas últimas seis visitas, entre 2004 e 2012, as vitórias foram sempre para a equipa branca (82-66; 85-68; 75-64; 68-67; 78-58 y 101-83).

A EQUIPA DE LASO É A MAIS CONCRETIZADORA DO TOP 16, COM 88,2 PONTOS POR JOGO, CONTRA OS 68,55 DOS SÉRVIOS.

Os madridistas, que podem chegar esta noite ao décimo triunfo para a Euroliga no Palácio e ao 42º no total de jogos oficiais desta temporada, não poderão contar com Carroll, recentemente submetido a uma operação, que correu com sucesso. Apesar disso, a ausência do bombardeiro tem sido bem colmatada por Llull, que atravessa um momento de forma incrível e está em estado de graça da linha dos 6,75. As ausências do natural do Wyoming e de Draper serão supridas por Alberto Martín, que fez a estreia na Euroliga na semana passada, e pelo extremo da equipa júnior Jonathan Barreiro, que poderão dispor de alguns minutos frente à equipa orientada por Vujosevic.

As principais ameaças do adversário
Laso tem uma preocupação fundamental para este encontro, que é travar Bogdan Bogdanovic, terceiro melhor marcador desta Euroliga com uma média de 16,7 pontos por jogo. O outro perigo dá pelo nome de Kinsey e será preciso igualmente ter atenção ao reforço Sasha Pavlovic, que depois de ter jogado na NBA durante uma década ao serviço de sete equipas distintas, está de volta ao basquetebol europeu para tentar manter vivas as aspirações do Partizan na competição europeia. 

 
Para combater as expectativas sérvias, o técnico de Vitória tem à disposição um dos trios mais poderosos da Europa no jogo exterior, composto pelos dois Sergios e Rudy Fernández. Quanto à luta das tabelas, Lauvergne é o homem mais perigoso, mas a intensidade da dupla Bourousis/Reyes e a explosão de Mejri prometem não dar tréguas aos homens altos da formação de Vujosevic.

Convocatória
Bases: Llull, S. Rodríguez e Alberto Martín.
Extremos: Rudy, Darden, Díez e Barreiro.
Extremos-postes: Reyes, Mirotic, Slaughter.
Postes: Bourousis e Mejri.

5

Extremo

50

Poste

Pesquisar