LazoGanadores de Champions LeagueOtro

Benzema e Ancelotti, os melhores do ano para a UEFA

NOTÍCIA. 25/08/2022

O avançado recebeu o prémio para o jogador mais destacado e o italiano, de melhor treinador da época 2021/22.

Karim Benzema e Carlo Ancelotti foram os vencedores na gala de entrega dos prémios da UEFA 2021/22, realizada em Istambul. O ​nosso avançado recebeu o troféu para o Jogador do Ano e o nosso técnico venceu o de Treinador do Ano. O capitão do Real Madrid, que se impôs na votação ao seu companheiro Courtois e a Kevin de Bruyne, realizou uma campanha inesquecível onde conquistou a Décima Quarta, a Liga, a Supertaça de Espanha e marcou 44 golos. Além disso, terminou como o melhor concretizador da passada edição da Champions com 15 tentos, pelo que foi nomeado jogador da temporada desta competição. 

Benzema: "Com a força dos nossos adeptos conseguimos dar a volta aos jogos"
“Quero agradecer aos meus companheiros, ao meu treinador e ao meu presidente. Com a força dos nossos adeptos conseguimos dar a volta aos jogos. O melhor dia da Champions foi a reviravolta contra o PSG, conseguimos dar a volta graças ao apoio dos nossos apoiantes. Ancelotti é o melhor treinador do mundo, dá-me muita confiança, é um grande profissional. Estou contente de que seja o meu treinador”.

“Estou muito feliz. É a primeira vez que ganho este troféu mas o mais importante para mim é ganhar títulos com a minha equipa".

Carlo Ancelotti foi reconhecido com o Prémio de Treinador do Ano da UEFA após conquistar com a nossa equipa a Décima Quarta, a Liga e a Supertaça de Espanha. O italiano, que superou na votação Klopp e Guardiola, tornou-se no primeiro técnico da história a vencer a Taça dos Campeões Europeus em quatro ocasiões e no único que conquistou a Liga nos cinco grandes campeonatos: Espanha, Alemanha, França, Inglaterra e Itália.

Ancelotti: "Houve muita química de equipa, especialmente com os adeptos"
O treinador do Real Madrid disse: “Obrigado por este prémio. Obrigado a Arrigo Sacchi, que foi um grande professor para mim. Tenho que agradecer aos meus jogadores, ao meu clube, ao meu corpo técnico. Também agradecer aos nossos adeptos por essas grandes e diferentes noites no Santiago Bernabéu. E ao meu presidente, que me deu a oportunidade de voltar ao Real Madrid. A toda a minha família também, que me dá espaço para fazer o meu trabalho".

"Não há uma fórmula mágica para ganhar. Mas tenho muita paixão pelo desporto. Em segundo lugar, a qualidade dos jogadores que tenho que treinar. Foi uma temporada especial, porque tivemos um plantel muito bom, uma boa mistura entre veteranos e jogadores jovens. E essa mistura foi muito positiva dentro do balneário. Houve muita química de equipa, especialmente com os adeptos", acrescentou o italiano.

Estes prémios são atribuídos com as votações de um júri composto pelos clubes que participaram na passada Fase de Grupos da Champions League, da UEFA Europa League e da UEFA Europa Conference League 2021/22 e por um grupo de jornalistas escolhidos por European Sports Media (ESM). Além de de Benzema Courtois, que terminou em terceiro, outros dois madridistas receberam votos nesta classificação que inclui os 15 jogadores mais destacados. Modrić foi o quinto mais votado e Vini. Jr., o nono.

Pesquisar