EmiratesAdidas
Real Madrid - Celta de Vigo

2-0: O Real Madrid começa o ano a ganhar

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 02/01/2021 | Alberto Navarro

Golos de Lucas Vázquez e Asensio deram os três pontos e a liderança provisória aos comandados de Zidane.
  • La Liga
  • Jornada 17
  • Sáb, 02 Jan
Alfredo Di Stéfano
2
0
Real Madrid começou o ano vencendo o Celta de Vigo, no estádio Alfredo Di Stéfano, dando sequência ao bom momento que atravessa. A equipa já leva oito jogos seguidos sem perder, tendo ganho sete, e é líder à condição da Liga. O belíssimo entendimento entre Lucas Vázquez e Asensio foi determinante na construção do triuno. Ambos marcaram e assistiram mutuamente.

O encontro arrancou com grande intensidade e em poucos segundos passou de um possível 0-1 para o 1-0. Aos cinco minutos, Aspas levou a melho sobre Courtois no cara a cara, mas apareceu Nacho para desviar a bola em cima da linha de golo. Esse alívio proporcionou um rápido e eficaz contra-ataque, tendo Asensio efectuado um cruzamento bem medido para Lucas Vázquez, que marcou de cabeça ao seguno poste.

Oportunidades
O Celta procurou reagir através da posse bola, mas criou perigo na área contrária apenas quando um centro de Denis Suárez, aos 30', foi desviado por Santi Mina e por pouco não encontrou a baliza. Contudo, já em cima do intervalo, podia ter surgido o segundo golo madridista, num vólei de Carvajal desde a zona frontal e que levou a bola a passar a centímetros do alvo contrário.

QUINTA VITÓRIA CONSECUTIVA NO ALFREDO DI STÉFANO.

Continou a ser seguido o guião após a passagem pelos balneários, até que tudo mudou aos 53'. Modrić recuperou uma bola perto da linha divisória, Casemiro fez um passe certeiro para Lucas Vázquez e este assitiu Asensio, que controlou a bola na perfeição com o pé esquerdo, fazendo o 2-0. O 3-0 ainda esteve perto e volvidos 11 minutos. Passe a rasgar as linhas por parte de Kroos e o remate de Benzema com a canhota saiu demasiado cruzado.

Imbatível
Daí até ao final, o Real Madrid soube controlar o jogo e foram poucos os lances de perigo. Ao minuto 90, Benzema esteve muito perto de marcar, mas o disparo saiu muito por cima; na jogada seguinte, Baeza podia ter encurtado a diferença no marcador, mas voltou a aparecer um colossal Nacho. A equipa continua imbatível e já pensa no próximo encontro da Liga. Será no próximo sábado, frente ao Osasuna, em Pamplona.

Pesquisar