EmiratesAdidas
Real Madrid - Éibar

3-1: Vitória no regresso da Liga

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 14/06/2020 | Javier Vázquez

O Real Madrid ganha ao Eibar no Alfredo Di Stéfano com golos de Kroos, Ramos e Marcelo no primeiro jogo após o recomeço do campeonato.
  • La Liga
  • Jornada 28
  • Dom, 14 Jun
Estadio Alfredo Di Stéfano
3
1
Havia saudades de futebol. Adeptos e jogadores desejavam que a bola voltasse a girar, ainda que sem o apoio do público nas bancadas. O estádio Alfredo Di Stéfano albergou o primeiro encontro do Real Madrid após o recomeço da Liga e a equipa venceu o Eibar, e demonstrou que vai lutar pelo título em cada uma das jornadas que faltam do campeonato.

Kroos regressou pela porta grande, já que só demorou 4 minutos a fazer com que o Madrid festejasse de novo um tento, quase 100 dias depois. Foi um golaço marca da casa, com a parte interior do pé, de primeira e directo ao ângulo. Também regressou Hazard e participou bastante nas primeiras acções ofensivas. O Eibar deu um passo em frente, mas o Madrid manteve o domínio com posses longas até que à meia hora de jogo ampliou a vantagem. Ramos recuperou no centro do campo, combinaram Benzema e Hazard e o belga isolou o capitão, que fez à vontade o 2-0.

O MADRID SUPEROU OS 50 GOLOS NA LIGA ESTA TEMPORADA.

Sem tempo para a reação, o terceiro tento apareceu aos 37’. Hazard pisou a área e testou Dmitrovic, o despejo chegou a Marcelo e com um grande remate de pé esquerdo sentenciou o encontro. Rodrygo teve a última ocasião antes do descanso, e depois da pausa, Zidane fez entrar Mendy. Aos 56’ Edu Expósito obrigou à estirada de Courtois. O Eibar fez três alterações de uma só vez que surtiram efeito imediato. Primeiro Sergi Enrich enviou a bola à trave, depois Bigas reduziu a desvantagem na sequência de um canto (60’) e por último Courtois teve que encaixar um disparo de Pedro León.

Carrossel de substituições
Quando o Eibar disfrutava dos seus melhores minutos também entraram em campo Bale, Vinicius Jr. e Militão para combaterem o cansaço e os problemas físicos derivados de uma temporada tão anómala. Depois da última pausa para hidratação e com 15 minutos pela frente, o Madrid recuperou o controlo e assegurou a sua primeira vitória após o regresso da Liga.

Pesquisar