1. Close
    Classic MatchCorazón Classic Match 2019
    vivê-la emSantiago Bernabéu
    Real Madrid LeyendasReal Madrid Leyendas
    vs
    Chelsea LegendsChelsea Legends
    Informação do jogo
    Classic Match, Corazón Classic Match 2019
      Santiago Bernabéu
     06/23/2019

    partilharfacebooktwitter

EmiratesAdidas

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

    Leganés - Real Madrid

    Carvajal: “Faltam 6 jogos e há que tentar somar 18 pontos"

    NOTÍCIA | 15/04/2019 | Alberto Navarro

    “Vamos lutar, temos orgulho e amor pela camisola”, explicou Keylor Navas.
    Após o jogo frente ao Leganés, Carvajal respondeu às perguntas dos meios de comunicação: “É um ponto que sabe a pouco vendo as oportunidades que tivemos. É complicado quando numa temporada não há títulos. Não há pressões, somos adultos, temos que trabalhar e quem quiser estar aqui tem de ajudar”.

    “Temos vontade de voltar a jogar, de desfrutar do futebol e não vamos muito bem por causa do resultado. Não conseguimos ganhar e é um resumo um pouco agridoce. É raro não lutar por títulos, mas cada vez que jogo tento desfrutar porque é a minha profissão e é o que amo fazer".

    Objectivo
    "Este clube é tão exigente que o plantel, se não tem um bom ano, vai ser questionado. Não é algo a que estejamos habituado, mas é o que acontece. Há que ganhar os máximo de jogos possíveis e conseguirmos o segundo lugar”.

    Palestra ao intervalo 
    “O que nos disse o mister é que houvesse mais circulação de bola para mover os adversários. Na segunda parte criamos espaços e ocasiões e foi essa a chave”.

    Próximo jogo 
    “Agora toca a pensar em domingo, faltam seis jogos e há que tentar somar 18 pontos e limpar a cabeça nas férias para a temporada que vem”.

    Profissionalismo 
    “Temos que ser profissionais, ganhar os jogos e no ano que vem veremos quem fica. O importante é o grupo, que estejamos fortes e a lutar por tudo. Não acho que se tenha que fazer uma revoluço, a equipa reforçou-se muito pouco nos últimos anos e fomos campeões europeus durante mais de mil dias, Não falamos de ninguém que não esteja no balneário, concentramo-nos em nós proprios”.

    Benzema
    “Está a realizar uma temporada fantástica. Quero felicitá-lo porque está a jogar a um nível fantástico e ele tem sido o melhor da equipa até agora”.

    Keylor: “Entramos para vencer e dar o melhor”
    “Tem sido uma temporada complicada para todos. Entramos com vontade de vencer e dar o melhor, mas no final têm sido complicados os jogos. Estamos triste pela situação”.

    Nacho: "Se há que destacar alguém da equipa, esse alguém é Benzema".

    “Neste clube todos os anos temos pressões e não pode ser uma desculpa. Temos que estar preparados mentalmente para enfrentarmos qualquer situação. Vamos lutar, temos orgulho e amor pela camisola; isso vale mais que muitos títulos. Nao podemos dar menos, há que trabalhar e dar tudo até ao último jogo”.

    Futuro
    “Tenho saúde para fazer o que gosto e dar o melhor em cada momento para jogar o melhor possível. Tenho contrato e fé para continuar, mas o futuro ninguém sabe o que nos reserva. Há que esperar que chegue o momento”.
     
     Nacho: “Há que dar o máximo para estar bem”
    “Quando tivemos a bola estivemos confortáveis e podíamos ter alcançado a vitória. A intensidade foi demonstrada na segunda parte. Zidane disse-nos para colocar mais intensidade e que a bola circulava lentamente. O Leganés é uma equipa complicada para marcar golos, tivemos uma boa reacção, apesar de não termos conseguido ganhar”.

    Temporada complicada
     “Ficamos nervosos por nesta altura estarmos sem competir, estamos habituados a lutar por todos os títulos possíveis, mas o futebol é assim. É uma etapa complicada e os jogadores estão a dar a cara nestes momentos”.

    Ano espectacular de Benzema
    “Karim está a realizar uma temporada boa e a marcar muitos golos. Se há que destacar alguém da equipa, esse alguém é Benzema”.

    Dar o máximo
    “Jogar com o Real Madrid é sempre bonito, não podemos dizer que desistimos do que falta. A situação é complicada, mas faltam jogos e há que acabar da melhor forma possível. Quando se ganha e quando se perde sabemos onde estamos. Há que dar o máximo para estar bem, as coisas correram bem quando a equipa não mudou muito”.

    Exigência
    “Estamos na Primeira Divisão e começar os jogos com o marcador desfavorável é muito difícil. Temos jogos que não defendemos bem, que nos marcam golos facilmente e em traços gerais nenhum elemento da defesa esteve bem”.

    Buscar