1. Close
    La LigaJornada 6
    vivê-la emEstadio Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    OsasunaOsasuna
    Informação do jogo
    La Liga, Jornada 6
      Estadio Santiago Bernabéu
     09/25/2019
    21:00
    COMPRAR BILHETES

    partilharfacebooktwitter

  2. Close
    Champions LeagueJornada 2
    vivê-la emSantiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    BruggeBrugge
    Informação do jogo
    Champions League, Jornada 2
      Santiago Bernabéu
     10/01/2019
    18:55
    COMPRAR BILHETES

    partilharfacebooktwitter

    Siguiente

    Champions League18:55Real MadridvsBrugge

    Anterior
EmiratesAdidas

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

Deportivo - Real Madrid

2-6: o Madrid goleia no Riazor

Ver galeria

CRÓNICA | 26/04/2017 | Alberto Navarro (Corunha) | FOTÓGRAFO: Antonio Villalba

O bis de James e os tentos de Morata, Lucas Vázquez, Isco e Casemiro rubricam o triunfo dos brancos sobre o Deportivo.
  • La Liga
  • Jornada 34
  • 26/04/2017
Riazor
2
6
O Real Madrid goleou no Riazor e mantém bem vivo o duelo pela Liga. Os brancos encaminharam a vitória num primeiro quarto de hora memorável e resolveram-na em cima do intervalo. Tudo se pôs de feição antes de se cumprir o primeiro minuto. Danilo recuperou a bola, Isco dominou de peito e deu uma assistência entre linhas perfeita a Morata, que com um remate seco ao primeiro poste fez o 0-1.

Os brancos tiveram, de seguida, mais duas ocasiões claras. Asensio, num mano a mano aos 5', e Isco, num bonito remate em rosca, aos 7', podiam ter ampliado a vantagem, mas uma grande intervenção de Lux, primeiro, e o poste, depois, evitaram-no. O Real Madrid era um vendaval e quatro minutos mais tarde teve outra clara oportunidade para marcar. Grande jogada individual de Morata, que na área se desembaraçou de um defesa e o seu posterior remate obrigou Lux a brilhar novamente.

Domínio total
O segundo tento dos visitantes parecia questão de tempo e esteve perto de surgir aos 13' num remate da zona frontal de Asensio que esbarrou no poste. Um minuto depois, James fechou com chave de ouro o magistral quarto de hora inaugural do Madrid. Lucas centrou e o colombiano atirou a bola para o fundo das redes com um toque subtil com a parte exterior do pé esquerdo. E chegaria, inclusive, o terceiro aos 16', obra de Morata, mas foi anulado por um anterior e inexistente fora de jogo de Marcelo.   

 

O REAL MADRID VAI EM 57 JOGOS SEMPRE A MARCAR.

Pouco mais se podia pedir aos brancos em Riazor. Já venciam 2-0, estavam a imprimir um ritmo de jogo elevadíssimo e as ocasiões continuavam a surgir. Falha de Lux na entrega de bola, recuperação de Morata aos 26' e o guardião da casa esteve mais acertado do que Lucas Vázquez no mano a mano. Ainda mais inspirado esteve o argentino seis minutos mais tarde num claríssimo um contra um com Morata.

Do possível 0-3 passou-se ao 1-2 após o golo de Andone aos 34'. O encontro parecia que chegaria muito vivo ao intervalo, mas aos 45' Lucas Vázquez encarregou-se de fazer justiça. Marcelo cruzou após uma grande jogada invidual de Isco e o canterano aproveitou o alívio para marcar de pé esquerdo.

Bis de James
A segunda parte não teve tanto ritmo. O Real Madrid ia trocando a bola à espera do seu momento e este esteve perto de chegar num contra-ataque conduzido por Asensio e quase concluído da melhor forma por Lucas Vázquez aos 59'. Dois minutos depois, foi a vez de Morata tentar, num remate rasteiro, e Tyton, que tinha substituído Lux, brilhou. Não pôde fazer o mesmo aos 66'. Passe entre linhas de Isco, Morata fintou o guarda-redes dos anfitriões e ofereceu o tento a James, que à vontade selou o seu bis.

Os brancos já tinham o embate resolvido, mas queriam mais e o quinto chegou aos 77'. Lucas Vázquez fez o passe e Isco enviou a bola para o fundo das redes. Joselu, de cabeça, aos 84', reduziu a diferença e Casemiro, três minutos depois, fechou a goleada com um remate da zona frontal. Real Madrid e Barcelona continuam com o mesmo número de pontos. Já só faltam quatro jogos para os primeiros e cinco para os madridistas, que continuam a depender de si mesmos para ganhar a Liga.       
 

Buscar