EmiratesAdidas
Real Madrid - Atlético de Madrid

1-0: nas meias-finais da Champions!

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 22/04/2015 | Alberto Navarro

Um golo de Chicharito, a culminar uma excelente jogada entre Cristiano Ronaldo e James, garantiu o apuramento ao Madrid, depois de ter sido superior no conjunto da eliminatória.
  • Champions League
  • Quartos-de-final (Segunda mão)
  • Qua, 22 Abr
Santiago Bernabéu
1
0
A recepção que teve o Real Madrid à chegada fazia prever que seria uma grande noite - e assim foi. O golo surgiu apenas nos derradeiros minutos, mas fez justiça a uma equipa que foi superior no conjunto da eliminatória e que entrou em campo de forma dominadora. Donos absolutos da bola, os brancos remetiam o Atlético para o seu meio-campo e ainda conseguiam fazer recuperações rápidas do esférico.

Ancelotti colocou de início Ramos ao lado de Kroos como médio-centro e nos primeiros vinte minutos de jogo só se viu uma equipa, período durante o qual os donos da casa criaram duas oportunidades. Carvajal cruzou mas o vólei de Chicharito, aos 11', chegou fraco às mãos de Oblak. Cristiano Ronaldo protagonizou a ocasião seguinte, mas o seu remate da zona frontal de pé esquerdo saiu torto, aos 14'.

Clara oportunidade
Os minutos passavam e a eliminatória permanecia empatada. Cristiano Ronaldo voltou a tentar marcar o primeiro golo destes quartos-de-final, mas o seu livre, aos 32', foi defendido para canto por Oblak. Os dez últimos minutos do primeiro tempo voltaram a ser de assédio dos donos da casa e foi nessa altura que surgiu a oportunidade mais clara até ao momento. Carvajal roubou a carteira a Saúl, combinou com James e o passe entre linhas do colombiano, aos 44', deixou Cristiano Ronaldo na cara do guardião visitante, que voltou a salvar a sua equipa.

PELA QUINTA TEMPORADA CONSECUTIVA NAS MEIAS-FINAIS DA CHAMPIONS LEAGUE.

Na segunda metade repetiu-se o guião, apesar de o Real Madrid ter reentrado em campo com a intenção de circular mais rapidamente a bola. O encontro continuava sem golos, apesar de aos 55 minutos os brancos já somarem onze remates contra apenas dois do adversário. O décimo segundo surgiu quatro minutos depois, mas a cabeçada de Varane, na sequência de um canto apontado por Kroos, não criou perigo.

Oblak evita o golo
Os brancos continuavam a chegar com mais perigo e já justificavam a obtenção de mais do que um golo na eliminatória. Cristiano Ronaldo cruzou aos 62' mas a cabeçada de Ramos foi defendida por Oblak. Um quarto de hora mais tarde, Arda foi expulso por acumulação de amarelos. Faltavam 14 minutos para os 90 regulamentares e, com mais um jogador em campo, os brancos quase aproveitaram a vantagem numérica de imediato, mas Oblak voltou a estar soberbo num duelo com Chicharito aos 80'.

E finalmente surgiu
Os madridistas não poderiam estar mais empenhados em chegar ao golo, ao contrário do adversário, cada vez mais recuado. Até que por fim surgiu o merecido prémio. Cristiano Ronaldo inventou a jogada. O português fez uma tabela com James, entrou na área e assistiu Chicharito, que à boca da baliza rematou sem qualquer oposição. Foi o único tento do encontro e da eliminatória. Pela quinta temporada consecutiva, o Real Madrid está nas meias-finais. Os seus adeptos, espectaculares durante todo o jogo, bem o mereciam. O adversário será Barcelona, Bayern ou Juventus.  

Pesquisar