EmiratesAdidas
Real Madrid - Osasuna

5-2: El Real Madrid faz nova goleada e mantem-se firme na luta pela Liga

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 26/04/2014 | Alberto Navarro

Dois grandes golos de Cristiano Ronaldo e outros dois de cabeça de Ramos e Carvajal fizeram a vitória diante do Osasuna, a três dias da segunda mão das meias-finais da Champions contra o Bayern.
  • Liga BBVA
  • Jornada 35
  • Sáb, 26 Abr
Santiago Bernabéu
4
0
O Real Madrid regressou à Liga 14 dias depois e manteve-se firme na luta pelo título da Liga com o Atlético e o Barcelona. Cedo os brancos abriram o marcador frente ao Osasuna. Apenas necessitaram de seis minutos. Os que demorou Cristiano Ronaldo em receber, levantar a cabeça e surpreender a Andrés Fernández com um disparo de longe que foi tão certeiro que o guarda-redes visitante apenas pôde ver a bola entrar na baliza. O "pichichi" (melhor marcador) assinalou a reaparição no campeonato adiantando a equipa no marcador.

O Real Madrid fez assim o mais complicado, mas continuou a tentar ampliar distâncias. Perto esteve de consegui-lo quando se aproximava a meia-hora de jogo. A falta foi marcada por Cristiano Ronaldo e a bola esteve a escassos centimetros da baliza da equipa navarra. Os brancos estavam a criar grande perigo, com lances de bola parada e a boa conexão entre o jogador português e Ramos podia ter dilatado o marcador se o capitão (hoje) tivesse acertado um remate, resultado da marcação de uma falta por Cristiano Ronaldo aos 37’.

CRISTIANO RONALDO JÁ ENCADEIA SETE JOGOS A MARCAR NO CAMPEONATO.

A pressão local era total e dois minutos mais tarde Andrés Fernández salvou os seus com uma dupla intervenção. Na primeira defesa, parou um disparo de Marcelo em frente da baliz , na segunda, opôs-se a um remate de Morata vindo do ponto de marcação de penalti, foi uma boa demonstração de reflexos. Se assim não fosse, os brancos podiam ter ido para o intervalo com o marcador mais dilatado.

Cristiano Ronaldo foi decisivo
A segunda parte do jogo foi semelhante à primeira. E, novamente, o protagonista voltou a ser Cristiano Ronaldo. Se aos 6’ já tinha adiantado o marcador, desta vez apenas necessitou de mais um minuto para ampliar distâncias. O português controlou, com pouco espaço, mas procurou o melhor ângulo, e na fronteira da área disparou um verdadeiro míssil que entrou na baliza visitante. Novo "golaço" de Ronaldo que já acumula 30 no campeonato e amplia distâncias na clasificação de "Pichichi" (melhor marcador).

Dois defesas encerram a goleada
O Real Madrid era um verdadeiro vendaval e marcou o terceiro golo aos 60’. A jogada foi iniciada por Ramos que também a finalizou. Afinal, a insistência, durante todo o jogo, teve o merecido prémio. Di María centrou e o internacional espanhol levou a bola até ao fundo da rede com a cabeça. Já fez 36 golos na Liga e é, conjuntamente com Capdevila, o defesa mais ativo e com mais golos no campeonato.

Ancelotti decidiu, depois, dar descanso a Cristiano Ronaldo, Modric e Di María, que saíram do campo ovacionados ao serem sustituidos respetivamente por Casemiro, Xabi Alonso e Carvajal. Precisamente o último a entrar fechou a goleada. Isco fez a assistência nas costas da defensa e o jovem conseguiu vencer Andrés Fernández aos 83’ com um remate de cabeça. O Real Madrid goleou, terminou sem ser batido e já pensa na segunda mão das meias-finais da Champions League frente ao Bayern de Múnich.

Pesquisar