EmiratesAdidas

A caminho da final da Supertaça de Espanha

CRÓNICA. 12/01/2022. Alberto Navarro. Fotógrafo: Helios de la Rubia e Pedro Castillo

O Real Madrid derrota o Barcelona no prolongamento de um emocionante Clássico onde marcaram Vini Jr., Benzema e Valverde.

O Real Madrid impôs-se por 2-3 no Clássico e no próximo domingo em Riade vai tentar conquistar a sua 12ª Supertaça de Espanha. O conjunto de Ancelotti decidiu a meia-final no prolongamento, ao qual chegou depois de se adiantar por duas vezes com os golos de Vini Jr. e Benzema. O definitivo tento de Valverde na primeira parte do tempo extra resolveu a eliminatória a favor da nossa equipa, que vai enfrentar o vencedor da outra meia-final entre o Atlético de Madrid e o Atlético de Bilbau (18:30 h portuguesa).
 
Até se cumprir a meia hora de jogo, todas as jogadas de perigo foram para o Real Madrid. A primeira apareceu aos 8’. O disparo de Asensio desde a entrada da área não acertou na baliza por muito pouco. Quatro minutos depois, Modrić fez o passe para a desmarcação em corrida de Vini Jr., mas o remate do brasileiro terminou nas mãos de Ter Stegen. Voltou a tentar Asensio aos 19’. O natural das Baleares finalizou com um disparo um contra-ataque iniciado por Benzema e que também contou com a participação de Vini Jr.

vídeo.2-3: A caminho da final da Supertaça de Espanha

Eram os melhores minutos de nossa equipa, que aos 25’ materializou o domínio. Benzema roubou a bola a Busquets na intermediária e recebeu depois de Modrić para assistir de forma genial a desmarcação de Vini Jr. nas costas da defesa. O brasileiro entrou na área e definiu com o pé esquerdo para adiantar o Real Madrid. E quando parecia que os homens de Ancelotti iam para o intervalo em vantagem, aparceu a jogada fortuita da noite. Centrou Dembélé, despejou Militão e a bola golpeou na perna de Luuk de Jong antes de bater no poste e empatar o encontro.

A segunda metade teve muito mais ritmo e ocasiões para cada lado. Pedri recebeu na zona frontal aos 49’ e o seu disparo saiu ligeiramente desviado. A reacção dos nossos jogadores chegou 20 minutos depois. Benzema fintou dentro da área e surpreendeu com um tremendo remate de pé esquerdo que acertou no poste. Não falhou o francês o seu encontro com o golo aos 72’. Centrou Carvajal, rechaçou Ter Stegen e o francês antecipou-se a todos para colocar a bola no fundo das redes. Era o 1-2 com mais de um quarto de hora pela frente, mas aos 84’ empatou o Barcelona após um remate de cabeça de Ansu.

Prolongamento
O jogo estava aberto e o Real Madrid sabia que podia causar estragos em contra-ataque. Foi precisamente assim que apareceu o terceiro golo da nossa equipa. Casemiro iniciou a jogada na intermediária, Rodrygo assistiu desde a direita, Vini Jr. deixou passar o esférico entre as pernas e Valverde definiu aos 98'. A primeira parte do tempo extra terminou com um potente disparo de Dembélé que Courtois enviou para canto e a segundo iniciou com um remate de Abde desde a entrada da área que saiu desviado. Daí até final, os pupilos de Ancelotti souberam manter a vantagem e inclusivamente podiam ter ampliado a mesma nos descontos, mas Rodrygo não foi capaz de bater Ter Stegen no frente a frente.

Calendário

Timeline

O Árbitro

Munuera Montero (Colégio Andaluz), auxiliado por Prieto López De Cerain e Martínez Moreno. González Fuertes foi o quarto árbitro, enquanto que González González (Colégio Castela e Leão) foi o árbitro do VAR.

Pesquisar