EmiratesAdidas
Real Madrid - Atlético de Madrid

0-0: Décima Primeira Supertaça de Espanha!

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 12/01/2020 | Javier Vázquez | FOTÓGRAFO: Víctor Carretero/Antonio Villalba

O Real Madrid conquista o título em Jedá frente ao Atlético de Madrid numa final que se resolveu na marcação de penáltis (4-1).
  • Supertaça de Espanha
  • Final
  • Dom, 12 Jan
Estadio Rey Abdullah de Yeda
0
0
O Real Madrid conquistou em Jedá (Arábia Saudita) diante do Atlético de Madrid o seu primeiro título da temporada, a décima primeira Supertaça de Espanha da sua história. O encontro, desta vez sem golos, fez lembrar a final de Milão e teve que ser decidido desde a marca de penálti. E também como naquele dia, desde os 11 metros o Madrid foi melhor.

As duas equipas entraram muito concentradas sabendo que por trás deste dérbi havia um troféu, e nos primeiros compassos a bola foi muito disputada. Casemiro assinou o primeiro remate e Modric aos 8’ voltou a tentar após uma jogada ensaiada de canto, mas ambas as tentativas encontraram pela frente Oblak. Cinco miutos depois, João Félix disparou para fora de zona frontal, mas à medida que avançava o encontro o Madrid ia ficando com o controlo do esférico com posses longas enquanto que o Atlético de Madrid esperava com atenção redobrada. 

O Madrid melhor
Os blancos aproveitavam os seus melhores momentos para enfiar o adversário na sua área com centros desde o lado direito. Mendy tentou surpreender o guarda-redes esloveno após uma grande iniciativa individual pela esquerda. Passada a meia hora e até ao intervalo, o Madrid dispôs de três cantos que foram rematados por Isco e Casemiro, com muito perigo. Jović foi o protagonista das primeiras acções após a passagem pelos balneários. Primeiro isolou-se na área depois de uma corrida de 50 metros e aos 51’ o seu remate de pé esquerdo saiu a rasar o poste. 

DÉCIMO TÍTULO DE ZIDANE COMO TREINADOR DO REAL MADRID.

Zidane meteu Rodrygo no lugar de Isco (60’) e apareceu a ocasião mais clara. Combinação entre o brasileiro e Jović, que centrou na pequena área e Valverde teve azar no seu remate quando Oblak já estava batido. Courtois também apareceu e fez uma defesa salvadora a remate de Morata a dez minutos para o final. Entravamos nos momentos decisivos e a tensão aumentava, mas o Madrid nunca renunciou ao ataque. Mariano, que acabara de entrar, cabeceou desviado aos 89’ e Rodrygo nos descontos disparou para as mãos de Oblak.

Prolongamento
Kroos tentou a sorte de longe (99’), enquanro que os rojiblancos tentaram ganhar o jogo em dois cantos. O jogo estava partido e novamente Oblak apareceu para repelir uma ocasião dupla de Modric e Mariano aos 109’. Valverde foi expulso por evitar com falta um frente a frente de Morata com Courtois, e chegaram os penáltis. E em Jedá como em Milão, o Madrid conquistou o título desde os onze metros.

Penáltis
1-0 Carvajal, golo.
1-0 Saúl, ao poste.
2-0 Rodrygo, golo.
2-0 Thomas, defesa Courtois.
3-0 Modric, golo.
3-1 Trippier, golo.
4-1 Ramos, golo.

Pesquisar