Zidane: “Conhecemos a dificuldade de jogar em Eibar mas estamos preparados”

Ver video

“Valorizo muitíssimo manter a baliza a zero porque tal significa que toda a equipa trabalhou para isso", disse o técnico.
Após o último treino prévio ao jogo da Liga contra o Eibar, em Ipurúa (sábado, 17:30, hora portuguesa), Zinedine Zidane compareceu na sala de imprensa da Cidade Real Madrid e analisou o encontro: "Todos os jogos são complicados. Talvez em Eibar ainda mais, porque é um campo muito diferente dos outros, mais pequeno. Conhecemos a dificuldade, mas não há jogos fáceis nesta Liga e não podemos dizer que vamos entrar tranquilamente seja qual for o jogo. Estamos preparados para fazer um bom jogo conhecendo o adversário".

“Vamos prepará-lo apesar de termos tido poucos dias, mas foi o que fizemos. É um campo diferente com uma equipa diferente que no seu campo joga de forma distinta, porque eles jogam de uma maneira no seu campo e fora de outra. Veremos como vamos jogar, não te vou dizer, mas estamos a prepará-lo e esperamos fazer um jogo como deve ser, amanhã”.

Baliza a zero
“Valorizo-o muitíssimo porque sempre que falo depois de um jogo refiro-me a isso. A baliza a zero significa que toda a equipa trabalhou para isso, que nós pelo menos tentamos que a nossa baliza fique a zero. Depois, cada jogo é um mundo, digo-o sempre, e nós temos que o tentar repetir e marcar golos, é o que vamos tentar amanhã”.

Valverde e Rodrygo
“Não me surpreende. Penso que ambos podem demonstrar coisas e é o que têm feito ultimamente. De vez em quando falo com eles, porque são jogadores que têm um ambiente, uma família, estão bem apoiados pelo clube também, pelas pessoas que aqui trabalham. O meu papel é falar com eles de vez em quando, sobretudo no trabalho porque podes ter muita qualidade e futuro, mas se trabalhares vais melhorar. São jogadores jovens e têm a vida toda para aprender. No fim de contas somos 25 jogadores e tenho 25 titulares. Em cada jogo temos que escolher e é o que farei sempre".

A sede da Supertaça de Espanha
“Nós estamos aqui para jogar. A Federação é quem tomou a decisão, vamos respeitar isso e agora temos de pensar em jogar, nada mais. Os de fora controlam e são os que se ocupam da preparação dos jogos”.

TENHO 25 TITULARES E EM CADA JOGO TEMOS QUE ESCOLHER.

“Não vou dizer-te o que tem Marcelo porque não estou autorizado, mas sei que é uma coisa pequena. Fizemos o que era preciso e é coisa pouca. Estamos um pouquinho mais tranquilos com Marcelo”.

Lesões na paragem 
“É inevitável. Espero que não aconteça nada. É verdade que nas últimas convocatórias aconteceram muitas coisas, mas espero que não aconteça nada. Que vão à sua selecção, que seja tudo normal e que depois, quando voltarem da selecção, nós possamos ter todos à disposição".

Dosear Modric
“Nunca direi isso a um jogador. O papel de Modric aqui vai ser importante. É verdade que tem apresentado queixas e tem tido irregularidade, mas Modric é Modric e quando tivermos oito jogos depois da paragem veremos o que vamos fazer, mas precisamos de Modric”.

Bale, James e as suas selecções 
“Não estão disponíveis, lesionados não. Estão no campo, mas não estão disponíveis para jogar. Não estão disponíveis, já fizeram algum trabalho no campo, mas não estão preparados para jogar. Não treinaram com a equipa. Um jogador que não treina com a equipa não está disponível. Vão às suas selecções e depois têm 5 ou 6 dias para ver se estão preparados para jogar pela selecção ou não. Não é uma decisão técnica. Acabo de dizer que os jogadores não treinam com a equipa e quando algum não treina com a equipa não pode jogar”.

Benzema e a selecção francesa
“Ele quis sempre jogar pela selecção, depois acontece sempre o mesmo, não sei exactamente o que é. Futebolisticamente é o melhor, portanto teria lugar na selecção francesa, futebolisticamente não há qualquer dúvida”.

Mbappé
“Não disse nada, apenas o que o jogador dizia, que o seu sonho era jogar aqui. Depois cada um faz o que quiser. Não vou dizer mais nada. Simplesmente disse o que o jogador disse uma vez, que o seu sonho era vestir a camisola do Real Madrid. Volto a dizê-lo e voltaria a dizê-lo todos os dias. Sobre Leonardo não tenho nada mais a dizer, posso dizer aquilo que eu quiser”.