EmiratesAdidas

Celta - Real Madrid

2-4: Benzema lidera a quarta vitória consecutiva

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 11/11/2018 | Javier García

O francês marcou o primeiro golo e provocou o segundo com dois belos pormenores, Ramos e Ceballos fecharam o triunfo em Balaídos.
  • La Liga
  • Jornada 12
  • 11/11/2018
Balaídos
2
4
Benzema disse-o em várias ocasiões: “Um bom avançado tem que jogar bom futebol, não só marcar”. Em Balaídos, fez as duas coisas. O francês realizou uma exibição de bom futebol para liderar a quarta vitória consecutiva do Real Madrid. O seu magistral domínio antes de marcar o primeiro golo, e a sua finta na antecâmara do segundo, obra de Cabral na própria baliza, abriram o caminho do triunfo. Ramos, de penálti, e Ceballos, com outro golaço, garantiram os três pontos frente ao Celta para encurtar a desvantagem na classificação. 

Um início de jogo trepidante propiciou três ocasiões em menos de cinco minutos. Benzema podia ter adiantado os blancos, mas primeiro teve Sérgio pela frente e depois cruzou em excesso. A equipa da casa também dispôs de uma oportunidade com um disparo desviado de Boufal que Aspas esteve perto de finalizar. O Madrid mandava e o Celta esperava e atacava em contra-ataque. Mas os blancos foram castigados pelas lesões. Aos 19’, Casemiro deu o seu lugar a Ceballos depois de sofrer uma entrada de Maxi Gómez.

Marca Benzema
Após um susto de Okay, que cabeceou um canto ao poste, chegou o golo de Benzema. O francês recebeu de costas uma bola longa de Modric, controlou de forma espectacular, girou e bateu Sergio (23’). O francês, muito activo, teve o segundo na cabeça pouco depois, mas não acertou no alvo a um bom centro de Reguilón. Mais clara ainda foi a oportunidade de Kroos, que disparou alto após outra grande acção de Benzema. O primeiro período terminou com uma boa defesa de Courtois diante de Brais e a segunda substituição forçada de Solari. Javi Sánchez sustituiu Reguilón.

BENZEMA SOMA 10 GOLOS ESTA TEMPORADA.

Benzema foi protagonista também no começo de segundo tempo ao disparar à trave na sequência de uma grande acção individual. Foi o prenuncio do segundo tento. Aos 56’, o avançado recolheu uma bola roubada por Odriozola, fintou e o seu disparo, depois de tocar em Sérgio e no poste foi introduzido na baliza por Cabral. O Celta não demorou a reagir. Aos 61’, Hugo Mallo diminuiu a desvantagem com um vólei. 

Ramos e Ceballos sentenciam
O jogo estava aberto e com ocasiões para os dois lados. Benzema esteve perto de marcar após um centro de Odriozola ao primeiro poste. Depois, Aspas obrigou Courtois a uma grande estirada. Nacho, também com queixas, cedeu o seu lugar a Asensio aos 71’. Juncà cometeu penálti sobre Odriozola e Ramos fez o 1-3 à Panenka (83’). Cabral foi expulso por duplo amarelo (87’). Com o jogo nos descontos, Ceballos colocou a cereja no topo do bolo à goleada com um magnífico disparo de fora da área (91’), e Brais Mendez fez o definitivo 2-4 (94’). Grande triunfo em Balaídos antes da paragem para compromissos das selecções. 

Buscar