EmiratesAdidas
Real Madrid - Levante

Ramos: “Há que levantar a cabeça e acabar quanto antes com esta série negativa”

NOTÍCIA | 20/10/2018 | Bárbara Jiménez

“Tivemos muitas ocasiões e o guarda-redes deles foi o melhor em campo”, assinalou Ceballos.
No final do jogo contra o Levante, Sérgio Ramos atendeu os meios de comunicação: "Há que levantar a cabeça e acabar quanto antes com esta série negativa. Ainda vamos a tempo. A equipa acreditou e entrou com atitude na segunda parte. Apesar do mau resultado, os madridistas viram que a equipa deixou tudo em campo. Faltou-nos um pouco de sorte, que nos tem faltado neste últimos jogos".

“A atitude não se negoceia e isso não nos podem apontr. São maus momentos que atravessamos e não tem que ser um tema que domine as nossas conversas, assim que quanto antes ganhemos e aliviemos a cabeça melhor. É mau falar agora. Muitos saem do armário e é normal que alguma crítica seja para nós. Temos que ter a mentlidade do trabalho e consistência. O bom é que na terça-feira há outro jogo, e se ganhares, as pessoas mudam o chip”.

400 jogos da Liga
“É o dia menos idóneo para recordes pessoais. Cumprir 400 jogos na Liga com o Real Madrid é muito bonito, mas o resultado torna tudo menos bonito. Dois erros condenaram-nos na primeira parte e o Levante sofreu na segunda metade com todas as nosas ocasiões de perigo".

Ramos: "Temos que nos manter mais unidos que nunca e é a única forma de seguir em frente".

“As críticas são normais. Não só para Julen. Para todos que estão aqui, e os que estão há mas tempo, recai a crítica. É normal que o adepto se queixe e reaja. Temos que estar mais unidos que nunca e é a única forma de seguir em frente. As decisões de mudar de treinador nunca são boas para o grupo. Estamos com Julen, é um grande treinador e agora é quando mais calma temos de ter”.

Ceballos: "Tentamos até final"
“As sensações são más. Vínhamos de maus resultados e tínhamos que ter ganho ao Levante. Tentamos até final, mas não conseguimos Tivemos muitas ocasiões e o guarda-redes deles foi o melhor em campo. Agora temos que reflectir para ver o que fizemos mal porque não podemos perder tantos jogos seguidos”.

“Há que melhorar na boca da baliza. Vínhamos de duas derrotas consecutivas, a dois pontos do líder, e era um bom momento para ficarmos em primeiro mas não aproveitaos a oportunidade. Temos que dar tudo por tudo na terça-feira e voltar a ganhar porque é o que merece o melhor clube do mundo. Eu confio no mister e todos estamos com ele até à morte”.

Buscar