EmiratesAdidas
Sevilla - Real Madrid

2-1: O Madrid deixa escapar a vitória nos últimos minutos

Ver galeria

CRÓNICA | 15/01/2017 | Alberto Navarro (Sevilla) | FOTÓGRAFO: Ángel Martínez

Cristiano Ronaldo adiantou o líder, que sofreu dois golos nos instantes finais no Sánchez Pizjuán.
  • La Liga
  • Jornada 18
  • Dom, 15 Jan
Sánchez Pizjuán
2
1
O Real Madrid deixou escapar a vitória no Sánchez Pizjuán nos instantes finais de um encontro muito táctico na primeira metade, e emocionante na segunda. Os últimos minutos desta vez castigaram o líder da Liga, que depois de se adiantar no marcador sofreu um golo aos 85’ e outro nos descontos. Escassas oportunidades que se assistiram na primeira metade, que terminou sem golos. A mais clara esteve nos pés de Cristiano Ronaldo aos 27’, mas a bola foi defendida por Sergio Rico quando o português vinha isolado. Nasri também criou perigo oito minutos depois. O seu remate com o pé esquerdo de zona frontal terminou nas mãos de Keylor Navas.   

A segunda parte começou muito mais aberta. Marcelo foi protagonista da primeira oportunidade mas o seu remate em arco aos 52’ não acertou na baliza por muito pouco. Respondeu o Sevilha, que dois minutos mais tarde podia ter inaugurado o marcador. Keylor Navas esteve brilhante no frente a frente com Ben Yedder. Passaram apenas um par de minutos até que o Real Madrid voltasse a criar perigo na área adversária. Foi Cristiano Ronaldo quem rematou, desta vez na pequena área após uma série de ressaltos, mas Sergio Rico conseguiu despejar com os pés.  

CRISTIANO RONALDO É O JOGADOR VISITANTE QUE MAIS GOLOS MARCOU AO SEVILHA NO SÁNCHEZ PIZJUÁN (12).

Passavam os minutos e o Real Madrid continuava a procurar o golo. A bola chegou a Carvajal numa grande jogada colectiva e o seu centro não encontrou rematador, mas após uma série de ressaltos a bola sobrou para Benzema na marca de penálti, que rematou alto. O tento dos visitantes parecia próximo e chegou aos 65’. Espectacular jogada de Carvajal, parecida com a da Supertaça Europeia, que entrou na área e foi derrubado por Sergio Rico. Cristiano Ronaldo não falhou dos 11 metros e adiantou os brancos.  

Final impróprio para cardíacos 
Tudo mudou para o líder da Liga quando o Sevilha pressionou nos últimos minutos, e empatou aos 85’. Sarabia marcou uma falta e Sérgio Ramos, na tentativa de aliviar a bola, marcou na própria baliza. Já nos descontos, o conjunto andaluz ganhou o encontro com um disparo de zona frontal da área de Jovetic. O Real Madrid já pensa no jogo da primeira mão dos quartos-de-final da Taça do Rei frente ao Celta.  

Pesquisar