EmiratesAdidas
contenido

O Real Madrid conquistou o troféu pelo terceiro ano consecutivo.

Os brancos somaram o segundo troféu da época ao bater, na final, o Herbalife Gran Canaria.

O Real Madrid voltou a afirmar-se como o Rei da Taça e obteve, na Corunha, a terceira conquista consecutiva. A equipa orientada por Pablo Laso voltou a dar uma alegria ao madridismocom uma fase final na qual derrotou sucessivamente Montakit Fuenlabrada (101-84), Laboral Kutxa (80-86) e, na final, Herbalife Gran Canaria (81-85).

O encontro decisivo foi uma exibição de solidez madridista, que permitiu comandar o marcador durante quase todo o encontro. Não faltou intensidade ao embate, já que o conjunto canário nunca baixou os braços e manteve a discussão viva até ao último minuto. Ayón (15 pontos), Carroll (13) e Reyes (12), foram os melhores marcadores dos brancos na final.

Ayón foi o MVP da competição

Com uma média de 13,7 pontos, 6,3 ressaltos e 20,3 de valorização, Gustavo Ayón foi eleito MVP da Taça do Rei 2016. Além disso, Luka Doncic fez história na competição ao tornar-se no jogador mais jovem a conquistar a Taça do Rei, com 16 anos e 11 meses. 

É a primeira equipa que ganha três Taças seguidas no actual formato

No palmarés da Taça do Rei, o Real Madrid surge como a equipa que mais vezes ganhou o troféu, com 26 triunfos. Este é, além disso, o segundo sucesso da temporada depois da Taça Intercontinental conseguida em Setembro. A alegria por este triunfo ficou patente nos festejos no balneário, onde Florentino Perez felicitou os campeões, bem como nas declarações dos protagonistas. No dia seguinte, não faltou a tradicional visita ao Ayuntamiento e à Comunidade de Madrid para oferecer aos madridistas este troféu e a Taça Intercontinental.

O evento da Corunha também trouxe outra alegria para os madridistas. A equipa Infantil A foi campeã da Minicopa, levando este título para as vitrinas brancas pela quarta vez consecutiva. Na final venceu o Fiatc Joventut por 102-50 e Usman Garuba foi eleito MVP.

Pesquisar