EmiratesAdidas

Real Madrid - Granada

9-1: O Real Madrid goleia e Cristiano Ronaldo faz história

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 05/04/2015 | Alberto Navarro

Marcou pela primeira vez cinco golos na carreira, aos quais de somaram dois de Benzema e outro de Bale para certificar o triunfo contra o Granada.
  • Liga BBVA
  • Jornada 29
  • 05/04/2015
Santiago Bernabéu
9
1
O Real Madrid não cedeu na corrida pela Liga e somou, frente ao Granada, os três primeiros pontos dos 30 que estabeleceu como objectivo até ao final do campeonato. E fê-lo em grande. Marcando nove golos e dando ao seu público o prazer de desfrutar. Os merengues sentenciaram o encontro na primeira parte, com quatro golos, e deram razão ao seu treinador, que confessara na sala de Imprensa sentir a equipa "fresca e prepararda para tentar ganhar todos os jogos que faltam".

Das botas de James, que regressava à equipa 60 dias depois, nasceram os dois primeiros golos. Bale aproveitou a assistência aos 25' para inaugurar o marcador. O galês adiantou-se a Mainz, superou Oier no um para um e ramatou à vontade sobre a linha de baliza. Já se tinha conseguido o mais difícil e a vantagem aumentou cinco minutos mais tarde, com Cristiano Ronaldo a fazer uma rosca inalcançável para o guardião visitante.

CRISTIANO RONALDO MARCOU TRÊS GOLOS EM APENAS OITO MINUTOS.

Esse tento foi o início do recital do português, que em apenas oito minutos assinou o seu vigésimo quarto hat-trick na Liga. Marcelo fez o cruzamento aos 36', Oier não acertou bem na bola na tentativa de alívio e Cristiano Ronaldo, muito atento, aproveitou o ressalto para marcar sem deixar o esférico tocar no chão. Dois minutos mais tarde, e com um potente disparo desde a zona frontal, chegou o quarto golo e o 34º do luso no actual campeonato. Volta a ser Pichichi.

Encontro inesquecível para o português
O Real Madrid desfrutava da exibição, fazia o seu público desfrutar e revelava-se demolidor frente a um Granada que só criou perigo num belo disparo de longe de El Arabi, que só parou no fundo das redes aos 44'. Na segunda parte continuou o recital dos locais, que em apenas 11 minutos somaram mais três golos aos quatro marcados na primeira metade. O primeiro levou o selo de Benzema. James marcou o canto aos 52' e o francês demosntrou a sua qualidade, controlando o esférico com o peito e fuzilou Oier.

Cristiano Ronaldo já tinha marcado três golos, mas a sua ambição leva-o sempre a querer superar-se, voltando a demonstrá-lo ao marcar o sexto tento da equipa e o quarto da conta pessoal. Na sequência de um passe longo e bem medido de Marcelo, aos 54', Bale controlou com classe e assistiu o português, que mergulhou para rematar de cabeça. Dois minutos depois, chegou o sétimo e o segundo da conta pessoal de Benzema, que disparou sem oposição na pequena área.

Novo golos para a história
O Granada ainda fez o golo de honra. Através de Robert Ibáñez, aos 74’. Não foi o último do encontro. Ainda surgiram mais dois. Modric centrou aos 83’ e Mainz, ao tentar aliviar, marcou na própria baliza. O nono levou a assinatura de Cristiano Rolando, que encerrou assim uma tarde histórica. Modric marcou a falta aos 89' e o português desviou de cabeça para o fundo das redes. Há 47 anos que os merengues não marcavam nove golos num encontro da Liga.

Buscar