EmiratesAdidas
Guerreros de Bogotá - Real Madrid

O Real Madrid procura em Vitória a sua terceira Supertaça Endesa consecutiva

NOTÍCIA | 26/09/2014 | Edu Bueno

O campeão das duas últimas edições enfrenta o Valência Basket na primeira meia-final. Todos os jogadores disponíveis do plantel viajaram (18:00 hora portuguesa). 
O campeão das duas últimas edições defronta o Valência Basket na primeira meia-final. Viajaram todos os jogadores do plantel disponíveis (18:00 hora portuguesa). 

O Real Madrid inicia a temporada com o primeiro título oficial em jogo: a Supertaça Endesa, na qual se sagrou campeão nas duas últimas edições (Saragoça e Vitória). Os pupilos de Laso terão como adversário nas meias-finais o conjunto valenciano, que se apresenta no Fernando Buesa depois de ter conseguido um saldo de 5-1 na pré-temporada. A equipa madridista viajou com os 13 jogadores do plantel. Pode ser o primeiro jogo oficial com a camisola branca para as cinco contratações. 

Com apenas três dias para preparar a Supertaça com o plantel completo, depois da chegada de Ayón na passada terça-feira, o Real Madrid vai até Vitória com a intenção de prolongar o seu dominio neste torneio nos últimos anos. 11 meses depois volta ao mesmo local onde se proclamou campeão, à Fernando Buesa Arena, para tentar o assalto ao terceiro título consecutivo. 

Primeiro jogo juntos
O Real Madrid viaja até Vitória com todos os jogadores da equipa principal. Uma equipa com a base das últimas temporadas, reforçada com cinco jogadores: Campazzo, Rivers, Nocioni, Maciulis e Ayón, mas que ainda não tiveram a oportunidade de disputar um jogo completo com a equipa.  

Considerando que a adaptação ao sistema de Laso seja rápida, os brancos têm muitas hipóteses de alcançar a final, que disputaria frente ao vencedor do jogo Laboral Kutxa-Barcelona, e conquistar o primeiro título da temporada. O nível de Carroll nesta pré-época, com mais de 17 pontos de média, pode ser um dos factores que decidam um jogo tão igualado. 

Vai ser um jogo inédito na Supertaça Endesa.  

O Valência Basket parte com a vantagem de ter tudo mais tempo de preparação, onde se mostrou um conjunto muito sólido atrás e que não perdeu a capacidade ofensiva relativamente ao ano passado, apesar das saídas de Doellman e Lafayette. Cinco vitórias, uma delas contra o Real Madrid, e uma derrota é o saldo da pré-temporada. Não serve de referência, pois o conjunto branco tinha muitas baixas, mas deverão estar atentos na defesa e controlar os ressaltos, aspectos que fizeram a equipa de Valência vencer o jogo. 

Ao perigoso perímetro com Van Rossom, Ribas, Rafa Martínez e Sato, juntou-se Buycks, outro grande anotador, e o talentoso Guillem Vives. No jogo interior, Loncar reforça um jogo muito versátil e trabalhador com Harangody e Lishchuk, e no qual se destaca o bom momento de forma do ex-madridista Aguilar. Não vão poder contar com Dubljevic naquela que será a terceira participação no torneio. 

Convocatória
Bases: Sergio Rodríguez, Llull e Campazzo.
Segundo-base: Carroll.
Extremos: Rudy Fernández, Rivers e Maciulis.
Extremos-poste: Reyes, Nocioni e Ayón.
Postes: Bourousis, Mejri e Slaughter.



 

20

Segundo base

23

Base-escolta

Pesquisar