EmiratesAdidas
Deportivo - Real Madrid

2-8: Goleada histórica no Riazor

Ver galeriaVer video

CRÓNICA | 20/09/2014 | Alberto Navarro

O hat-trick de Ronaldo, os bis de Bale e Chicharito, e o excelente disparo de James selaram o triunfo do Real Madrid que consegue pela primeira vez marcar oito golos fora de casa na Liga. 
  • Liga BBVA
  • Jornada 4
  • Sáb, 20 Set
Riazor
2
8
O jogo contra o Basileia foi só um aviso. Hoje foi a prova definitiva de que o Real Madrid continua a crescer, e começa a demonstrar as virtudes que o levaram a ser campeão da Europa e vencedor da Taça do Rei, na temporada passada. A pressionar alto e a recuperar rápido o esférico, os visitantes desfrutaram sobre o relvado do Riazor, e apesar de terem resolvido o jogo na primeira metade, os festejos de golo tiveram de esperar. Bale podia ter conseguido marcar aos 16', mas Lux esteve mais acertado no frente a frente. 

Vibrante, divertida, e com muito ritmo decorria a primeira metade. Até que os brancos resolveram o embate em apenas sete minutos. Os que passaram desde o golo de Cristiano Ronaldo até ao de James, ambos para recordar. Arbeloa centrou da direita aos 29', e o português, imperial nas bolas pelo ar, saltou mais que todos e rematou forte de cabeça, um pouco mais atrás da marca de pénalti. O luso abria o marcador e marcava num dos poucos campos da Primeira aonde ainda não tinha faturado.

JAMES ENCERRA UMA SEMANA NA QUAL SE ESTREOU COMO GOLEADOR NA CHAMPIONS E NA LIGA. 

O segundo golo foi uma maravilha. James recebeu em zona frontal, levantou a cabeça, e quando todo o Riazor esperava o centro, bateu Lux com um remate soberbo que entrou ao ângulo da baliza. Espectacular o colombiano, que se estreava a marcar na Liga com este golaço. O golpe de autoridade já tinha sido dado, mas com a lição do Anoeta aprendida, os brancos não se conformaram e marcaram o terceiro antes do intervalo. Bola entre linhas para Benzema, que foi derrubado por Lux a 20 metros da área, aos 41', e com o guarda-redes fora da baliza, Cristiano Ronaldo recolheu o esférico e marcou com o pé esquerdo. 

Treze golos nos dois últimos jogos 
Prontamente reduziu o Deportivo. Luisinho centrou do lado esquerdo, Cuenca rematou de cabeça e a bola embateu na mão direita de Ramos, que estava encostada ao corpo. Pénalti discutível que Medunjanin converteu aos 51'. 1-3 e os locais acreditavam na reviravolta. A alegria durou pouco. Marcelo viu a desmarcação de Bale, e o galês isolado, bateu Lux com um remate cruzado. O Real Madrid cortava pela raíz qualquer tantativa de reviravolta do conjunto galego. 

A reacção dos brancos foi descomunal, mas longe de se conformarem, ampliaram a vantagem. Isco, que tinha substituído Modric, assistiu Bale, e o galês com elegância e subtileza selou o bis aos 74'. Quatro minutos depois apareceu o sexto. James roubou a bola em zona frontal e assisitiu Cristiano Ronaldo, que assinou o hat-trick com um potente remate de pé esquerdo. 

Toché, aos 84', reduziu de cabeça, mas Chicharito juntou-se à festa estreando-se como goleador com um prodigioso vólei de zona frontal aos 88', e quatro minutos mais tarde superou novamente Lux, desta vez da entrada da área. O Real Madrid assinou uma goleada histórica no Riazor (nunca tinha marcado oito golos fora de casa na Liga), e dá a sensação de que a reacção na Liga acaba de começar. 

Pesquisar