EmiratesAdidas
Barcelona - Real Madrid

Ancelotti: “Estou feliz pela equipa e pelos adeptos"

NOTÍCIA | 16/04/2014 | Alberto Navarro (Valencia)

“Foi merecido. Ganhámos com sofrimento e tivemos oportunidades para matar o jogo na segunda parte”, disse o técnico do Real Madrid. 
O Real conquistou no Mestalla a sua 19ª Taça de Espanha. Carlo Ancelotti mostrou a sua satisfação depois de conquistar o primeiro título com o conjunto branco. "Não foi um ajuste de contas. Estou feliz por ter vencido esta competição. Foi merecido porque realizámos um bom trajecto, e hoje era um jogo muito difícil porque enfrentamos uma equipa muito forte. Ganhámos com sofrimento e tivemos oportunidades para matar o jogo na segunda parte".

"Estou feliz tanto pelos jogadores como pelos adeptos. Estou contente por ter estado aqui e ter vivido este espectáculo. Agora é justo celebrar com os adeptos. Esta noite foi fantástica pelo ambiente. Os adeptos ajudaram-nos muito. Foi um espectáculo extraordinário fora das quatro linhas".

Análise táctica
“Tentamos pressionar alto, ter o controlo do jogo e utilizar o contra-ataque. Na primeira parte perdemos bolas quando devíamos ter tido mais posse. Defensivamente estivemos muito bem. No meio campo procurámos defender com quatro para evitar passes entre linhas". "Assim é mais fácil controlar isso. Colocamos uma equipa com quatro médios a defender, mas atacamos da mesma maneira de sempre, com Bale na linha e os laterais a subirem".

O jogo de Bale e Isco
“Certamente que é o golo mais importante da carreira de Bale. Aconteceu num momento decisivo do jogo. Todos jogaram muito bem porque fizeram-no como uma equipa. Para ganhar ao Barcelona há que jogar assim, compactos e como uma equipa". "Isco está num momento muito bom e dá-nos mais qualidade no controlo do jogo e na posse de bola. Tentámos controlar o jogo e neste aspecto tem muita qualidade. Não jogou muitos minutos e está mais fresco do que outros".

O ambiente proporcionado por ambos os adeptos no estádio foi fantástico, e foi um espectáculo tanto dentro como fora das quatro linhas.

“Não era necessária esta vitória para valorizar o que está a fazer esta equipa. A equipa está a realizar uma excelente temporada e está claro que tínhamos que ganhar algo. Começámos bem e agora vamos lutar pelos outros títulos. Em Itália não é uma competição tão importante com em Inglaterra ou Espanha. Jogar uma final com um Clássico é muito importante e lutamos para ganhar todos os títulos".

O esforço de Di María
“A ausência de Cristiano Ronaldo deu muita motivação aos outros para dar o máximo. Di María trabalhou muito hoje. Temos uma semana para o recuperar e há lesionados que são recuperáveis. Numa semana podemos recuperar todas as energias para o jogo contra o Bayern".

Reacção da equipa depois do empate
“Não teve tempo para pensar. Só controlar a equipa para não quebrar mentalmente. Nesse momento sofremos um pouco, mas no final tudo correu bem. Quando empataram tudo podia acontecer. Não concedemos oportunidades ao adversário. Defendemos bem, mas tudo podia acontecer depois do empate".

Sobre o Barcelona
“Toda a gente diz que terminou o ciclo, mas jogar contra eles é muito complicado. Numa época há momentos em que tens a sorte que precisas para ganhar, mas na minha opinião não é uma equipa acabada. É uma equipa muito perigosa. Nesta época nem tudo lhes correu bem, mas ainda estão na luta pela Liga e vão lutar até ao fim. As três equipas têm hipóteses de ganhar a Liga".

22

Médio

22

Médio

Buscar