EmiratesAdidas
Zalgiris Kaunas - Real Madrid

87-80: O Madrid vai defrontar o Olympiacos no playoff da Euroliga

CRÓNICA | 11/04/2014 | Edu Bueno

Os homens de Laso caíram no campo do Zalgiris num jogo muito intenso e que ficou decidido apenas no último período.
  • Euroliga
  • 14 (Top 16)
  • Sex, 11 Abr
Zalgirio Arena
87
80
O Real Madrid viu fugir-lhe o triunfo em Kaunas no último período, fruto de um parcial contrário de 11-0, perante um Zalgiris hipermotivado e liderado pelos 36 pontos de Dentmon. A formação branca, que teve em Llull o seu melhor jogador, com 23 pontos e 25 de valorização, ainda chegou à recta final de um encontro muito duro com hipóteses de vencer. Segundos do grupo, vão discutir o passaporte para a Final Four de Milão diante do Olympiacos, numa eliminatória à melhor de cinco jogos, que começará na próxima terça-feira no Palácio, e na qual terá a vantagem-casa.

Com o destino da qualificação nas suas mãos, o Real Madrid entrou em cena sem especular e decidido a conquistar o primeiro lugar. Pertenceram-lhe os minutos iniciais com uma demonstração de defesa e contra-ataque comandada por Llull (seis pontos) e Bourousis (cinco) para assumir as rédeas da partida (7-14, min. 5). O desconto de tempo do estreante Krapikas pôs fim à inércia da equipa da casa. O Zalgiris melhorou com as entradas de Kupsas e Dimsa, mas especialmente devido à inspiração de Dentmov, autor de 10 pontos no primeiro período (18-18, min. 10).

Cestos dos dois lados
A partir de então, e durante o segundo período, reinou a igualdade no marcador, mais pelo desacerto de ambas as equipas do que pela sua eficácia. Draper e Díez encarregaram-se de travar Dentmon, mas o ex-madridista Pocius fez o trabalho por ele (sete pontos). Do lado dos visitantes, o Chacho e o canterano encarregaram-se, com os seus triplos (14 pontos entre os dois) de levar o Madrid para intervalo com vantagem no marcador (36-38, min. 20).

O Real Madrid termina o top 16 com 11 vitórias e três derrotas.

O jogo aumentou de intensidade no regresso ds balneários. O Zalgiris procurou um jogo muito mais físico e de contacto para desposicionar os brancos. Os homens de Laso, no entanto, não viraram a cara à luta e graças aos mesmos protagonistas do início, Bourousis e Llull, aguentaram firme perante a dureza dos locais. A dupla madridista encarou a defesa lituana nos olhos e com 16 dos 21 pontos da equipa no terceiro período equilibrou as acções individuais de Dentmon, que chegou aos 23 pontos (57-59, min. 30).

O Zalgiris cresceu perante os seus adeptos
Dois triplos consecutivos dos locais e o domínio do ressalto durante todo o encontro, impedindo segundas vagas de ataque ao Madrid, proporcionaram-lhes um parcial favorável de 11-0 no início do quarto período (67-59, min. 34). Os brancos mostraram a sua face mais guerreira, com Llull e Reyes a puxarem pela equipa. Mas o dia era de Dentmon e companhia, de tal maneira que qualquer aproximação dos visitantes no marcador (68-64 e 71-66) encontrava resposta num triplo ou numa jogada de 2+1 do Zalgiris. O Madrid tentou até final e vendeu cara a derrota (87-80, min. 40). Os brancos terminam no segundo lugar do grupo e vão enfrentar o Olympiacos.

ZALGIRIS KAUNAS 87 (18+18+21+30): Dentmon (36), Lipkevicius (2), Milaknis (6), Jankunas (8) e Javtokas (8) -cinco inicial--; Gudaitis (2), Klimavicius (4), Jasikevicius (0), Pocius (10), Kupsas (6) e Dimsa (5).

REAL MADRID 80 (18+20+21+21): Llull (23), Rudy (5), Darden (3), Mirotic (2) e Bourousis (13) --cinco inicial--; Draper (4), Reyes (7), Sergio Rodríguez (13), Díez (6), Mejri (0) e Slaughter (4).

12

Extremo/poste

Pesquisar