EmiratesAdidas
Real Madrid - Borussia Dortmund

3-0: O Real Madrid goleia o Borussia

Galeria

CRÓNICA | 02/04/2014 | Alberto Navarro

Os golos de Bale, Isco e Cristiano Ronaldo deram a vitória da equipa branca, que dá um passo gigante para alcançar as semifinais da Champions League.
  • Champions
  • Quartos-de-final (Primeira mão)
  • Qua, 02 Abr
Santiago Bernabéu
3
0
O Borussia Dortmund regressou ao Bernabéu uma temporada depois e o Real Madrid era consciente de que a percentagem das opções de chegar às semifinais passava por obter um bom resultado perante o próprio público, na primeira volta. Os brancos, já encadearam 17 encontros sem perder em casa, apenas necessitaram de três minutos para demonstrar que podiam ficar com vantagem na eliminatória. Benzema recebeu a bola, combinou com Carvajal e o canteirano passou para Bale, que entrou na área e tocou na bola de forma subtil, apenas com a biqueira da bota mas sem defesa para Weidenfeller.

Os donos da casa dominavam o jogo encerrando a área ao conjunto alemão. As ocasiões seguiam-se. As duas seguintes tiveram Cristiano Ronaldo como protagonista. Um disparo central foi a primeira, defendido com alguns problemas, aos 10 minutos, pelo guarda-redes visitante, que passados dois minutos voltou a brilhar quando afastou uma falta marcada pelo português. Pepe também podia ter marcado aos 14 minutos, mas o remate de cabeça foi evitado por Weidenfeller. Até ali, o guarda-redes alemão foi o melhor entre os seus.

O Real Madrid não marcava tão cedo em uma eliminatória da Champions lLague desde há 14 anos.

O Borussia Dortmund quase não criava perigo. Ainda nem sequer tinha tentado um disparo, limitava-se a evitar as várias investidas dos donos da casa, e antes de que chegasse a meia hora de jogo veio o segundo golo. Isco controlou a bola na frente, levantou a cabeça e inventou um disparo tão ajustado que nem o mergulho de Weidenfeller evitou a entrada do golo aos 27’.

O Real Madrid já ganhava por 2-0, o resultado que Modric tinha considerado excelente no dia anterior, na sala de imprensa, mas parecia ainda um resultado escasso para o que a equipa branca estava a fazer em campo. Mais ainda depois de mais uma tentativa de Bale, marcando uma falta, em que o guarda-redes alemão teve que mostrar uma boa defesa, aos 30´. Uma grande primeira parte do Real Madrid. Faltavam 45 minutos com o objetivo de ampliar ainda mais a distância, e sobretudo de não sofrer nenhum golo.

Cristiano Ronaldo volta a fazer história nesta competição
Na primeira metade, os brancos, não se tardou 3 minutos a inaugurar o marcador, aos dois da segunda parte também estivem perto de marcar. Foi de novo Bale o protagonista, mas Weidenfeller continuava a acertar no frente a frente. Contudo, dez minutos depois, não foi assim. Grande jogada de Modric, que conseguiu colocar a bola em Cristiano Ronaldo completamente isolado frente ao guarda-redes visitante. O português não falhou, marcando o décimo quarto golo na competição e igualando o melhor registo na edição do torneio.

O jogo mais parecia já o resultado das duas voltas. O 3-0 podia, no entanto, ter passado a 3-1 na jogada em que Pepe esteve providencial afastando um passe cruzado diante da baliza aos 59' ou ao 4-0 se Weidenfeller não tivesse afastado um remate de Benzema de frente aos 61’, e não houve mais golos num jogo em Cristiano Ronaldo, con algumas queixas, foi substituído. O Real Madrid dá um passo gigante até às semifinais. A eliminatoria ficará resolvida na próxima terça-feira no Signal Iduna Park.

Pesquisar