EmiratesAdidas
Real Madrid - Schalke 04

3-1: Vitória e classificação para os quartos de final da Champions League

Ver galeria

CRÓNICA | 18/03/2014 | Alberto Navarro

Dois golos de Cristiano Ronaldo e outro de Morata terminam a eliminatória frente ao Schalke, com um total de golos de 9-2; a lesão de Jesé foi o pior do encontro.
  • Champions
  • Oitavos-de-final (Segunda mão)
  • Ter, 18 Mar
Santiago Bernabéu
3
1
A Champions League regressou ao Bernabéu mais de três meses depois com uma eliminatória bem encaminhada para o Real Madrid depois do histórico 1-6 conseguido na Alemanha. O início do encontro foi acidentado. Jesé, lesionado, retirou-se do campo no minuto 5 e foi substituido por Bale. O galês foi protagonista na jogada com a qual o marcador foi inaugurado aos 21'. Morata controlou a bola com as costas, abriu espaço e cedeu o esférico a Bale que o remeteu para Cristiano Ronaldo. O português meteu a bola na baliza e mostrou-se fiel também à marcação de golo, nesta competição.

Como tinha acontecido nos últimos jogos da equipa, Cristiano Ronaldo volvou a estrear o marcador, mas numa jogada de má sorte o Schalke igualou o desafio aos 31’. Hoogland rematou, a bola ainda embateu nos pés de Ramos e surpreendeu Casillas. A partir de esse momento, a primeira parte do jogo foi bastante disputada nos dois lados do campo apesar de se ter chegado ao intervalo sem mais golos, embora as duas equipas tivessem tido ocasiões para marcar. Morata e Huntelaar tiveram ambos oportunidades que não concretizaram.

Cristiano Ronaldo marcou nos últimos sete jogos da Champions.

O Real Madrid queria dar uma alegria aos aficionados e começou a dominar a segunda parte. De facto, nos dez primeiros minutos, teve duas importantes oportunidades para adiantar-se e também houve um claro penalti sobre Morata não assinalado pelo árbitro. Cristiano Ronaldo teve a primeira, mas o remate de cabeça foi desviado por Fahrmann com bastantes complicações aos 51'. A segunda oportunidade chegou aos 54´, foi uma maravilha de Isco, onde conseguiu desfazer-se de dois defesas adversários mas não ultrapassou o guarda-redes alemão.

Em apenas dois minutos, o Real Madrid alterou o jogo. Espetacular escalada de Cristiano Ronaldo com a bola já no pé, no minuto 74' e ainda melhor definição para converter-se no quarto maior goleador da história do clube e anotar o seu décimo terceiro golo na competição. Na seguinte jogada esteve quase a assinar mais um "hat-trick", mas encontrou-se com o guarda-redes. Bale conseguiu recolher a defesa do guarda-redes e enviou para Morata que, finalmente, obteve o prémio merecido que tanto procurou durante o jogo.

O marcador podia ter tido mais réditos se Cristiano Ronaldo não se tivesse rematado contra a trave aos 83'. Os brancos chegam em grande forma aos quartos de final: 9-2 no total. Na próxima sexta-feira será conhecido o adversário da seguinte ronda.

Pesquisar