LazoGanadores de Champions LeagueOtro
Almeria-Real Madrid

0-5: Goleada numa grande segunda parte

CRÓNICA | 23/11/2013 | Alberto Navarro

Os golos de Cristiano Ronaldo, que saiu aos 53 minutos com queixas, Benzema, Isco e Morata deram os três pontos ao Real Madrid no estádio do Almeria.
  • Liga BBVA
  • Jornada 14
  • Sáb, 23 Nov
Juegos Mediterráneos
0
5
O Real Madrid voltava à competição depois da última paragem de 2013 provocada pelos compromissos internacionais e fazia-o no estádio Jogos Mediterrânicos, que não visitava desde 16 de Janeiro de 2011. O encontro não poderia ter começado melhor. Os brancos, dominadores da posse de bola desde o pontapé de saída, adiantaram-se no marcador aos três minutos de jogo. Isco viu a desmarcação de Cristiano Ronaldo, assistiu-o e o português levou a bola ao fundo das redes com um toque subtil com o pé esquerdo.

Os visitantes adiantaram-se no marcador e podiam ter repetido a dose quatro minutos mais tarde. Esteban aliviou conforme pôde o quarto remate do português em menos de dez minutos mas Benzema, que ficou sozinho na cara do guarda-redes dos locais, não conseguiu marcar o segundo.

O Real Madrid sentia-se confortável em campo. Tinha a posse de bola controlada e ainda chegava à área rival repetidamente, guiado por um inspirado Cristiano Ronaldo, que em menos de 20 minutos já tinha feito sete remates à baliza.

À passagem da meia hora de jogo, o português assinou uma jogada espectacular, na qual se desembaraçou de quatro adversários mas acabou por não conseguir superar Esteban no duelo com o guarda-redes. O guardião estava a fazer intervenções meritórias, salvando a sua equipa e sendo o melhor jogador dos visitados. Na primeira parte não houve mais golos, não obstante o Real ter justificado uma vantagem mais dilatada no marcador. Os 15 remates efectuados, seis deles à baliza, são prova suficiente.

OS BRANCOS, DOMINADORES DA POSSE DE BOLA DESDE O INÍCIO, ADIANTARAM-SE AOS TRES MINUTOS DE JOGO.

A segunda parte começou no mesmo tom da primeira. Foi o Real Madrid quem rematou primeiro à baliza. Desta vez não foi Cristiano Ronaldo, que abandonou o relvado com queixas, aos 53’, sendo substituído por Jesé um minuto depois, mas sim Carvajal, que rematou cruzado aos 51’ Quatro minutos mais tarde, foi Bale, que recebeu um passe excepcional do jogador da formação do Real, mas o seu disparo à boca da baliza, apesar de bem apoiado, saiu demasiado alto.

Quem acabou por acertar foi Benzema, aos 61’, com um belo remate de zona frontal. O golo do francês deu tranquilidade à equipa e significou um duro golpe para o Almeria, que começava a acreditar na possibilidade de recuperar. E caso ainda houvesse algum vestígio de dúvida de que estava encontrado o destino dos três pontos, Bale encarregou-se de o dissipar. O galês, inteligente, aproveitou a falha de Dubarbier num alívio e marcou à vontade aos 72’.

Três minutos depois, Isco deu expressão à goleada, com um golo de belo efeito desde a zona frontal da área. E aos 81’ Morata fechou o resultado, batendo Esteban com um grande chapéu. Casemiro podia ter feito o sexto golo, mas o seu remate, aos 84’, foi a poste. O Real Madrid continua imparável, somando a quarta vitória consecutiva na Liga.

22

Médio

Pesquisar